Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Mostly Cloudy

Ciência Três missões espaciais partem para vasculhar o planeta Marte

Compartilhe esta notícia:

Países enviarão 3 missões para Marte a partir desta quarta. (Foto: Reprodução)

A partir desta quarta-feira (15), três missões espaciais feitas por diferentes países terão como destino final explorar Marte através de robôs e alta tecnologia. China, Emirados Árabes Unidos e Estados Unidos aproveitarão o período em que o planeta vermelho está mais próximo da Terra para fazer missões exploratórias independentes. A aproximação entre os dois astros ocorre uma vez a cada 780 dias e segue até meados de agosto. Após essa janela, um novo período será registrado apenas em 2022.

A primeira delas é a missão árabe “Hope” (“Esperança”), que será enviada nesta quarta-feira pelo Centro Espacial de Tanegashima, no Japão. A expedição tem como meta estudar a atmosfera de Marte, criando um mapa do clima do planeta ao longo de um ano marciano – o que equivale a 20 meses da Terra. A ideia é estudar e entender como funciona o planeta, com suas divisões por “estações”.

No dia 30, será a vez da China realizar sua primeira missão para Marte com a “Tianwen-1” (“Busca pela verdade celeste”), que enviará dois veículos para o local – cada um equipado com seis instrumentos de análise. A aterrisagem deve ocorrer no mês de fevereiro de 2021. Nunca antes Pequim teve um objetivo tão claro como o dessa ação, que buscará estudar a atmosfera marciana, a estrutura interna e da superfície do astro, com uma particular atenção a possíveis traços de água e eventuais formas de vida.

Entre 30 de julho e 15 de agosto será a vez da norte-americana “Perseverance” (Perseverança), o quinto rover que a Nasa (a agência espacial norte-americana) se prepara para mandar para Marte. A missão, que deve partir da base de Cabo Canaveral, na Flórida, deve chegar ao destino final em março de 2021 para recolher as primeiras amostras do solo marciano destinadas a serem mandadas para a Terra, provavelmente, até 2031. Também será enviado um pequeno helicóptero com capacidade de voo de até 10 metros de altura.

Além disso, a missão que faz parte do aguardado programa “Marte 2020” também mandará uma lista com 10,9 milhões de nomes de entusiastas e uma homenagem para os profissionais de saúde que atuaram na pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Cientistas da Nasa relatam a chegada de asteroides que poderiam atingir nosso planeta
Segunda maior câmera astronômica do mundo registra primeiras imagens
Deixe seu comentário
Pode te interessar