Terça-feira, 26 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Partly Cloudy / Wind

Política Após convocação de Bolsonaro, evangélicos fazem jejum e oram pelo presidente no Palácio da Alvorada

Compartilhe esta notícia:

Orações foram feitas para pedir o fim da pandemia de coronavírus

Foto: Divulgação
Orações foram feitas para pedir o fim da pandemia de coronavírus. (Foto: Divulgação)

Após Jair Bolsonaro e líderes religiosos convocarem fiéis para um dia de jejum contra a Covid-19, grupos evangélicos se reuniram e fizeram orações em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República, neste domingo (05).

O primeiro grupo a chegar no local foi a Comunidade Evangélica Projeto de Deus. Os religiosos vestiam roupas com estampas verdes e amarelas e se comprometeram a jejuar até o meio-dia.

Ao longo do dia, outros grupos evangélicos foram ao Alvorada e improvisaram um ato de oração pelo presidente da República com músicas religiosas.

“Se eles errarem e perecerem, nós também iremos perecer. Se eles tomarem a decisão certa, nós seremos abençoados”, disse a pastora Ramiria Soares do Amaral Susstrunk, afirmando que os fiéis estavam orando por Bolsonaro e pelos outros líderes políticos do País.

Bolsonaro

Neste domingo, o presidente recebeu aliados e falou da sua preocupação com a situação econômica do País em meio à crise do coronavírus. Pela manhã, ele se reuniu com o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, e com o ex-deputado Alberto Fraga (DEM-DF), seu amigo de longa data.

De acordo com o ex-deputado, Bolsonaro estava de jejum desde a 0h deste domingo e havia tomado apenas uma xícara de café. “Só o cafezinho. Não vi ele comer nada”, disse.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Aulas virtuais de atividades esportivas são ampliadas em Porto Alegre
Rainha Elizabeth compara isolamento por coronavírus à separação de famílias na Segunda Guerra Mundial
Deixe seu comentário
Pode te interessar