Domingo, 29 de Março de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Economia Após dois anos de alta, a produção industrial brasileira recua 1,1% em 2019

Em dezembro, o recuo foi de 0,7% em relação ao mês anterior

Foto: Agência Brasil
Em dezembro, queda foi de 0,7%. (Foto: Agência Brasil)

Depois de avançar por dois anos consecutivos, a produção industrial brasileira recuou em 2019, segundo dados divulgados nesta terça-feira (04) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Enquanto o setor teve crescimento de 2,5% e 1% em 2017 e 2018, respectivamente, no ano passado o desempenho foi de retração de 1,1%. O tombo é reflexo do mau desempenho da indústria extrativa, cujo recuo, no acumulado do ano, chegou a 9,7%. O rompimento da barragem de Brumadinho (MG), tragédia que resultou em 249 mortos e 21 desaparecidos, contribuiu para a queda.

“Tiveram grande peso nesse resultado negativo os efeitos na indústria extrativa, em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho no início de 2019”, disse André Macedo, gerente da pesquisa do IBGE.

Após a tragédia, as unidades produtoras de minério precisaram paralisar a produção para realizar medidas de segurança e de proteção ao meio ambiente. Mas não foi só a extração de minérios que travou o setor. Ao longo do ano, mais da metade das atividades pesquisadas pelo IBGE tiveram perdas. Segundo o instituto, 16 das 26 atividades recuaram, com destaque para metalurgia, celulose e papel e manutenção de máquinas.

No recorte de dezembro, o recuo foi de 0,7% ante o mês anterior. O resultado vem depois de novembro ter encerrado com queda de 1,2%, quando interrompeu três meses de expansão acumulada em 2,2% no período entre agosto, setembro e outubro.

Três das quatro grandes categorias econômicas, além de 17 dos 26 ramos pesquisados, mostraram redução na produção em dezembro, de acordo com o IBGE. O setor de máquinas e equipamentos teve recuo de 7%, enquanto veículos automotores, reboques e carrocerias registraram queda de 4,7%.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Inflação para o consumidor aumenta em Porto Alegre
Carnaval de 2020 vai incrementar as vendas do varejo gaúcho
Deixe seu comentário
Pode te interessar