Sábado, 08 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Política Após um mês, governo não decide se aceitará R$ 508 milhões da Lava-Jato para combater o coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Ministério da Saúde informou que precisa de mais tempo para saber se oferta já foi aceita

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Ministério diz que é cedo para estabelecer um cronograma. (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

A força-tarefa da Operação Lava-Jato em Curitiba (PR) ofereceu R$ 508 milhões ao governo federal para reforçar o caixa no combate à pandemia do novo coronavírus. Mas ainda não teve resposta.

O dinheiro vem de acordos de leniência firmados com a Lava-Jato. Empresas que desviaram recursos públicos, confessaram os esquemas e pagaram multas.

No dia 21 de maio, a juíza Gabriela Hardt, da Justiça Federal em Curitiba, informou ao ministro Braga Netto, da Casa Civil, coordenador do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19, sobre a “disponibilidade de valores depositados neste juízo de R$ 21.681.374,13 que podem chegar a até R$ 508.785.381,95 para destinação ao enfrentamento à pandemia”.

No dia 17 de junho, o pedido foi reiterado. A Casa Civil respondeu apenas que recebeu os ofícios. No mês passado, a Casa Civil respondeu que o assunto era da alçada do Ministério da Saúde. O ministério disse no dia 18 de junho que estava “analisando a oferta”.

Passado um mês e meio da oferta, o Ministério da Saúde informou nesta segunda-feira que precisa de mais tempo para saber se a oferta já foi aceita. A Justiça Federal em Curitiba não recebeu resposta do governo. Enquanto isso, o dinheiro está parado em uma conta judicial.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Caixa libera saques e transferências do auxílio emergencial dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
Embaixador dos Estados Unidos não tem sintomas mas fará “testes” após encontro com Bolsonaro, diz embaixada
Deixe seu comentário
Pode te interessar