Terça-feira, 28 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Tecnologia Apple vai substituir senhas por biometria no iPhone

Compartilhe esta notícia:

As chaves de acesso contarão com criptografia de ponta-a-ponta e serão sincronizadas nos aparelhos pelo iCloud. (Foto: Reprodução)

A Apple revelou na WWDC 2021 (World Wide Developers Conference 2021) o novo recurso de autenticação Passkeys. A tecnologia permite que usuários façam logins em aplicativos, sites e serviços usando o Face ID, Touch ID ou uma chave de segurança no iPhone, dispensando a necessidade de inserir senhas.

Segundo a companhia, o “Passkeys in iCloud Keychain” é uma forma mais rápida e segura de autenticação. As chaves de acesso contarão com criptografia de ponta-a-ponta e serão sincronizadas nos aparelhos pelo iCloud. O recurso ainda está em fases de testes iniciais pelos desenvolvedores, mas terá sua prévia liberada no iOS 15.

A nova função de autenticação desenvolvido pela Apple funcionará a partir de uma tecnologia chamada WebAuthn, um padrão de chaves de segurança pública que permite fazer logins usando autenticações biométricas. A ideia é que as chaves de acesso públicas e privadas fundamentadas no protocolo WebAuthn sejam sincronizados nos dispositivos com iOS, iPadOS e macOS por meio do iCloud. Sendo assim, o recurso só estará disponível para os aparelhos da Maçã.

Para entrar em um site ou aplicativo usando o recurso, será preciso criar um nome de usuário para a nova conta e usar o Face ID ou Touch ID para confirmar a identidade. A pessoa não terá de escolher uma senha porque o próprio dispositivo, por meio da sincronização do iCloud, irá gerar e armazenar a chave de acesso que dará acesso à plataforma.

Quando o usuário quiser logar em determinado serviço, bastará informar o nome do usuário e fazer a verificação de identidade com Face ID ou Touch ID. A nova opção de login estará disponível apenas para o site, aplicativo ou serviço que oferecer suporte a essa nova tecnologia.

Substituir o uso de senhas por chaves de acesso traz mais segurança, uma vez que senhas comuns podem sofrer falhas constantemente. Na última conferência de desenvolvedores do Google I/O, o vice-presidente sênior de sistemas centrais do Google Jen Fitzpatrick afirmou que a vulnerabilidade de segurança mais comum ainda são provenientes de senhas ruins.

Uma dessas falhas é o ataque de pishing, método recorrente de cibercriminosos para propagar vírus em aparelhos. As chaves de acesso alternativas impedem esse tipo de ataque, já que o recurso é emparelhado com um aplicativo ou site específico. Sendo assim, não é possível falsificar um login.

Na conferência anual de desenvolvedores WWDC da Apple, Garrett Davidson, engenheiro com experiência de autenticação da companhia confirmou a segurança do procedimento: “Porque é apenas um toque para entrar, é simultaneamente mais fácil, rápido e seguro do que quase todas as formas comuns de autenticação hoje”.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Saiba onde a tendinite se manifesta e os tratamentos para aliviar as dores
Panelas antiaderentes: veja qual a diferença entre starflon, teflon e cerâmica
Deixe seu comentário
Pode te interessar