Sábado, 26 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Light Rain

Futebol As seleções sul-americanas tiveram o pior início de Campeonato Mundial desde 1982; só o Uruguai salva

Compartilhe esta notícia:

Tite anunciou a lista de convocados na sede da CBF, no Rio. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Há 36 anos, a América do Sul não começava tão mal um Mundial de futebol. Depois de um desempenho histórico no Brasil, em 2014, os sul-americanos conquistaram apenas uma vitória na primeira rodada do campeonato na Rússia, com o Uruguai. As informações são do portal de notícias UOL e da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Favoritos, Brasil e Argentina empataram, enquanto Peru e Colômbia perderam suas partidas. No caso da Colômbia, a derrota ainda foi a primeira de um time da Conmebol para um asiático – no caso, o Japão.

Desde o Mundial de 1982, na Espanha, os times sul-americanos ganham ao menos duas partidas na rodada inaugural. E esse desempenho vinha melhorando nos últimos anos.

Em 2006, por exemplo, Brasil, Argentina e Equador estrearam com vitória. Na Copa seguinte, na África do Sul, Brasil, Argentina e Chile tiveram desempenho positivo na abertura da competição.

Mas foi em 2014, no Brasil, que o aproveitamento chegou ao seu ápice. Dos seis sul-americanos que disputaram a competição, quatro ganharam na estreia: Brasil, Argentina, Chile e Colômbia. Contando também o Uruguai, cinco equipes da América do Sul chegariam depois às oitavas de final.

Agora, porém, o aproveitamento despencou na Rússia. O Brasil empatou com a Suíça, a Argentina com a Islândia, o Peru perdeu para Dinamarca e a Colômbia para o Japão. Nenhum dos adversários foi além das quartas de final na história.

Mesmo quando a América do Sul tinha apenas quatro vagas, em Mundiais disputados por 24 times, o desempenho foi melhor. Foram duas vitórias em 1994 e 1990 e três em 1986.

Apenas em 1982 o desempenho foi pior. Naquela Copa, o Brasil estreou ganhando da União Soviética por 2 a 1, mas a Argentina perdeu da Bélgica e o Chile da Áustria. O Peru empatou com Camarões. E fica o mau presságio: depois, nenhum time da América do Sul chegou às semifinais.

Preparação

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, deu sequência à preparação do time para enfrentar a Costa Rica, adversário na segunda rodada do Grupo E do Mundial na Rússia. Nesta terça-feira (19), no campo principal do CT brasileiro, em Sochi, a equipe brasileira intensificou o trabalho de finalizações, afinando a pontaria para o próximo desafio.

Os jogadores que começaram a partida contra a Suíça seguiram no processo de recuperação, e fizeram atividades regenerativas. Entre eles Neymar.

Perseguido na partida de estreia, com 10 faltas sofridas, o camisa 10 da Seleção fez aquecimento em campo com o restante do grupo, mas, em seguida, foi para os cuidados da fisioterapia. Neymar se queixou de dores no tornozelo, em decorrência das faltas contra a Suíça.

Logo após o aquecimento inicial, com a tradicional roda de bobinho, o técnico Tite e os seus auxiliares conduziram o trabalho de finalizações, dividido em duas partes, com o grupo reserva. Titulares na estreia, Gabriel Jesus e Casemiro participaram desta etapa. Na primeira parte, cruzamentos laterais para a área. A segunda etapa foi um trabalho coletivo, em campo reduzido, com o objetivo de intensificar a troca rápida de passes e a movimentação ofensiva. Ederson e Cássio defendendo as traves.

De um lado, com coletes, Marquinhos, Renato Augusto, Fernandinho, Filipe Luís, Douglas Costa e Firmino. Do outro Geromel, Fred, Casemiro, Taison, Fagner e Gabriel Jesus. Após a primeira sessão, os times foram alterados após a saída de Casemiro e Gabriel.

Após o treinamento, Philippe Coutinho atendeu jornalistas em coletiva de imprensa e comentou sobre o próximo desafio brasileiro contra a Costa Rica.

“Vai ser um jogo muito importante. A gente queria a vitória no primeiro jogo, mas não veio. Agora nós temos essa nova oportunidade. Temos que estar com a cabeça forte, focados para fazer um grande jogo na sexta-feira. Vai ser um jogo difícil, todos os jogos de Copa do Mundo são. Temos que estar ligados.”

A Seleção Brasileira fará mais um dia de treinamento em Sochi antes do embarque para São Petersburgo, onde enfrentará a Costa Rica pela segunda rodada do Grupo E da Copa. A partida será na próxima sexta-feira (22) às 9h (horário de Brasília).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Futebol

Gaúchos foram vítimas do golpe da falsa hospedagem na Rússia durante o Mundial
Neymar deixou o treino da Seleção Brasileira mancando e preocupou a torcida. O atacante ficou três meses afastado dos campos após sofrer uma fratura
Deixe seu comentário
Pode te interessar