Terça-feira, 19 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Olimpíada Atletas da Austrália danificam quartos, causam problemas no voo e deixam banheiro de avião interditado ao voltar para casa

Compartilhe esta notícia:

Vila olímpica de Tóquio tem capacidade para acomodar até 18 mil pessoas. (Foto: Tóquio 2020/Divulgação)

Atletas australianos fizeram estrago nas camas de seus quartos na Vila Olímpica e deixaram um buraco na parede antes de saírem do Japão após participarem dos Jogos Olímpicos de Tóquio. As informações são do Comitê Olímpico Australiano. Segundo a entidade, alguns atletas demonstraram ainda um “comportamento inaceitável” no voo de volta para casa. O chefe de equipe Ian Chesterman afirmou que nenhuma ação disciplinar será tomada porque os atletas pediram desculpa por suas atitudes.

Chesterman disse que houve bebedeira em excesso no voo, que alguns atletas se recusaram a usar máscaras, que ignoraram ordens da equipe do avião e que um esportista vomitou no banheiro. “Pelo menos uma pessoa passou mal no banheiro do avião, e o toalete ficou inoperável pelo resto do voo”, disse ele, segundo a rede CNN. Havia 49 atletas de nove modalidades diferentes no voo.

Ele adicionou que o dano foi mínimo e que quebrar a cama de papelão não “foi a coisa mais difícil de fazer”. Os nomes dos esportistas e as modalidades nas quais competiram não foram reveladas. “Algumas pessoas jovens cometeram um erro, eles deixaram os quartos em condições que são inaceitáveis”, disse Chesterman. “É um livro tão antigo quanto o tempo: um jovem bom se engana, o capítulo dois é o jovem bom cheio de remorso. O terceiro capítulo é o jovem bom aprendendo após o erro e virando uma pessoa melhor.”

Apesar das declarações amigáveis do chefe australiano, os órgãos nacionais de futebol e rugby abriram uma investigação por conta de relatos de ‘comportamento turbulento’ em um voo para Sydney na última sexta. “O Rugby Austrália foi informado de incidentes envolvendo o time de sete masculino depois de ser informado pelo Comitê Olímpico Australiano”, disse um comunicado.

O chefe executivo do Comitê Olímpico Australiano, Matt Carroll, informou que não houve reclamação formal da empresa aérea operando o voo, mas que “comportamento inaceitável foi trazido à nossa atenção”. Ele adicionou que a situação é extremamente decepcionante, mas que os órgãos de futebol e rugby australianos sabem que esse comportamento não é aceitável em ambos os esportes e “sinceramente pediram desculpas ao time olímpico da Austrália”.

O time de rugby de sete australiano chegou às quartas de final dos Jogos de Tóquio, mas foram eliminados para Fiji, campeões ao final do torneio. Já a equipe masculina de futebol caiu na fase de grupos da Olimpíada. A feminina não estava envolvida na confusão, pois disputa a medalha de bronze na quinta contra os Estados Unidos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo e do portal de notícias G1.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Olimpíada

Basquete masculino: França vence a Eslovênia por um ponto e enfrentará os EUA na final olímpica
Daniel Alves exalta momento na carreira e analisa final do futebol masculino contra a Espanha no sábado
Deixe seu comentário
Pode te interessar