Quinta-feira, 04 de Março de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Cloudy

Porto Alegre Autorizada a contratação emergencial de 1.032 servidores para a rede municipal de ensino de Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

O retorno das atividades letivas na rede municipal de educação está previsto para fevereiro

Foto: Divulgação/Seduc
O retorno das atividades letivas na rede municipal de educação está previsto para fevereiro. (Foto: Divulgação/Seduc)

A Câmara de Vereadores de Porto Alegre aprovou com emendas, em sessão extraordinária realizada na semana passada, o projeto de lei do Executivo 02/21, autorizando a contratação emergencial de 533 auxiliares de serviços gerais, 352 auxiliares de cozinha e 147 cozinheiros para a rede municipal de ensino.

Os profissionais serão admitidos por 120 dias a partir da assinatura dos contratos, que poderão ser prorrogados por mais 180 dias. Os servidores trabalharão na limpeza e higienização dos espaços escolares e no preparo e oferta de alimentos aos estudantes, nas escolas e nos prédios administrativos da Secretaria Municipal da Educação.

O projeto segue na Câmara Municipal, na Diretoria Legislativa, para revisão final. Ao ser encaminhado ao Paço Municipal, o prefeito Sebastião Melo tem até 15 dias para sancioná-lo.

“Cumprimento os vereadores pela votação de mais uma pauta importante, que é a questão dos trabalhadores que vão cuidar da limpeza e das cozinhas das escolas. Sem esses trabalhadores, as escolas não teriam condições de serem reabertas”, afirmou Melo.

O retorno das atividades letivas na rede municipal de educação está previsto para fevereiro, sendo que as aulas presenciais começarão no dia 22 do mês que vem.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Entenda o que muda no agronegócio brasileiro com a posse de Joe Biden nos Estados Unidos
Rio Grande do Sul registra 868 novos casos de Covid-19 e mais 12 mortes provocadas pela doença
Deixe seu comentário
Pode te interessar