Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Light Rain

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Avião volta a aeroporto nos Estados Unidos após passageiro rejeitar usar máscara

Compartilhe esta notícia:

Avião da American Airlines retornou ao aeroporto de partida, e as autoridades locais entraram na aeronave para acompanhar a situação. (Foto: Reprodução)

Um avião precisou retornar ao aeroporto nos Estados Unidos após um passageiro se recusar a usar máscara durante um voo internacional, informou a companhia aérea na última quinta-feira (20).

O voo 38 da American Airlines (AA) ia de Miami para Londres na noite de quarta-feira (19), mas precisou retroceder uma hora após a decolagem, segundo estimou o site Flightradar24.

A companhia aérea informou, por meio de um comunicado, que “um cliente causou problemas ao se recusar a cumprir com uma ordem federal sobre o uso de máscaras”.

De acordo com a companhia, o avião retornou ao aeroporto de partida, e as autoridades locais entraram na aeronave para acompanhar a situação.

“Agradecemos nossa equipe por seu profissionalismo e pedimos desculpas aos nossos clientes pelo inconveniente”, disse a companhia em nota.

Casos inusitados

Em outubro do ano passado, um passageiro de um voo de Nova York para Santa Ana, na Califórnia, deu dois socos no rosto de uma comissária de bordo, após ela pedir que ele colocasse uma máscara.

O incidente aconteceu durante o voo 976 da American Airlines, que foi desviado e pousou em Denver, no Colorado, para que o agressor fosse retirado. Até que o avião chegasse ao local, ele foi contido com a ajuda de fita adesiva e “colado” em um assento.

Também em outubro, uma passageira tentou dar uma palestra sobre a “verdadeira origem” da pandemia de covid-19 durante um voo nos Estados Unidos, mas foi contida por comissários de bordo – com alguma dificuldade.

Munida de um microfone do tipo headset, que levou em sua bagagem de mão, a mulher, não identificada, se levantou e começou a discursar no corredor.

Outro passageiro, chamado Jawny, gravou a cena e informou que comprou um pacote de wi-fi apenas para poder transmitir a “palestra” ao vivo em seu canal no TikTok.

“Este é o meu microfone e você não pode pegar. Tentei pegar o seu emprestado, você não quer me deixar usar”, diz a mulher a uma comissária que tenta fazer com que ela pare de falar. “Trouxe meu microfone, vou usá-lo”, acrescenta.

Ela então dá alguns passos, cercada por mais integrantes da tripulação, que tentam contê-la, e se dirige aos demais passageiros: “A pandemia começou porque os humanos perderam um pouco da fé”.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Países decidem conviver com covid sem lockdown; especialistas veem perigo
Áustria obrigará vacinação anti-covid à sua população adulta
Deixe seu comentário
Pode te interessar