Domingo, 17 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
29°
Mostly Cloudy

Geral Belo Horizonte proíbe o consumo de álcool em bares e restaurantes

Compartilhe esta notícia:

Restaurantes, bares, lanchonetes, cantinas e quaisquer outros serviços de alimentação não poderão admitir o consumo de bebidas alcoólicas no local. (Foto: Reprodução)

Com o agravamento da pandemia da Covid-19 na capital de Minas Gerais, a prefeitura de Belo Horizonte publicou nesta sexta-feira (4) o Decreto 17.484, que traz restrições ao funcionamento de atividades como forma de diminuir a circulação de pessoas, ampliar o distanciamento social e conter comportamentos que têm ampliado o risco de contágio. O decreto entra em vigor na segunda-feira (7).

Restaurantes, bares, lanchonetes, cantinas e quaisquer outros serviços de alimentação não poderão admitir o consumo de bebidas alcoólicas no local, independentemente do dia e horário de funcionamento. Os estabelecimentos também não poderão admitir o consumo dessas bebidas, ainda que tenham sido adquiridas em outro local. Essa restrição vale para qualquer local em que o estabelecimento esteja e também para feiras públicas ou licenciadas.

Fica suspenso o licenciamento de eventos gastronômicos, shows e espetáculos, inclusive a apreciação de pedidos de licenciamentos correspondentes ainda não respondidos pela Prefeitura. Tal possibilidade já havia sido sinalizada no decreto que autorizou a retomada de parte dos eventos a partir de 31 de outubro. Apresentações em teatros que possuem alvará vigentes e com público sentado ficam mantidas, observados os protocolos.

Segundo o secretário Municipal de Saúde, Jackson Machado, “houve um debate intenso junto ao Comitê de Enfrentamento a Covid-19 no intuito de ampliar o rigor no distanciamento social, considerando o relaxamento das pessoas percebido em bares, restaurantes e shows, mas ainda assim permitindo o funcionamento parcial dos estabelecimentos como uma decisão intermediária ao fechamento”.

O intuito ainda é preservar ao máximo possível o funcionamento das atividades, mas espera-se que com tais medidas torne-se menos atrativo para a população buscar tais locais para aglomeração e contato intensivo sem o uso de máscara e respeito aos protocolos”, completou o secretário.

Natal e Réveillon

O decreto também prevê a possibilidade de licenciamento de eventos de iluminação e decoração de Natal e caravanas comemorativas, desde que sem divulgação prévia e sem potencial de atração de público. A prefeitura de Belo Horizonte reforça que não estão autorizados licenciamentos de festas para o réveillon e recomenda que os cidadãos não realizem e nem participem de eventos e confraternizações de final de ano.

Comércio

Para o momento não haverá alterações nos dias e horários de funcionamento do comércio já autorizado nos decretos municipais, prevalecendo, inclusive, a autorização excepcional para funcionamento aos domingos nos dias 13 e 20 de dezembro. As informações são da prefeitura de Belo Horizonte.

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Segurança Pública terá reforço no litoral no final de semana para orientação das regras de distanciamento
Grupo Carrefour anuncia fim da terceirização dos serviços de segurança
Deixe seu comentário
Pode te interessar