Sábado, 08 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy / Wind

Brasil Bolsonaro apoia o humorista condenado no processo movido por Maria do Rosário

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Raphael Castello/AgNews)

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) solidarizou-se com o humorista Danilo Gentili, condenado a seis meses e 28 dias de prisão em regime semiaberto por injúria à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). A sentença foi decretada pela juíza Maria Isabel do Prado e se deve a caso que ocorreu em março de 2016, quando recebeu moção de censura por vídeo publicado nas redes sociais. Na época, ele rasgou o documento, esfregou em suas partes íntimas, colocou em um envelope e mandou de volta para o gabinete da deputada em Brasília.

Em 2014, Bolsonaro disse que não estupraria Maria do Rosário pois ela não mereceria, “porque ela é muito ruim, porque ela é muito feia, não faz meu gênero, jamais a estupraria. Eu não sou estuprador, mas, se fosse, não iria estuprar, porque não merece”. Em março, ele teve um recurso negado no STF (Supremo Tribunal Federal) e foi condenado a pagar uma multa de 10 mil reais por danos morais contra a deputada gaúcha. Nas redes sociais, Danilo Gentili ganhou apoio de seguidores e outros artistas que também trabalham com humor, como Tom Cavalcanti, Marcelo Tas e Oscar Filho. Ele poderá recorrer da sentença em liberdade.

Humorista

Danilo Gentili fez um agradecimento especial ao presidente Jair Bolsonaro. “Muito honrado! Assim como nunca imaginei um dia ser condenado à prisão por protestar contra censura nunca imaginei também contar com apoio presidencial. Também fico aliviado por entender que esse post significa um registro do compromisso do governo com a liberdade de expressão”, escreveu o apresentador do SBT em seu perfil oficial no Twitter, nesta quinta-feira (11).

Pelo manhã, Bolsonaro havia publicado uma mensagem se solidarizando com Gentili. “Me solidarizo com o apresentador e comediante Danilo Gentili ao exercer seu direito de livre expressão e sua profissão, da qual, por vezes, eu mesmo sou alvo, mas compreendo que são piadas e faz parte do jogo, algo que infelizmente vale para uns e não para outros”, comentou o presidente. A mensagem de apoio do presidente a Gentili foi o suficiente para revoltar os internautas, que detonaram Bolsonaro. “Com a família que foi fuzilada pelo exército com 80 tiros, você não fala nada né!”, criticou um. “Toma vergonha na cara”, disparou outro. “Com o pai de família que foi fuzilado tu não teve solidariedade né?”, comentou outra internauta.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Bolsonaro não é “apaixonado pela reforma” da Previdência, mas entende a sua importância, disse o ministro da Economia
Para celebrar os cem dias de governo, Bolsonaro lançou um pacote de 18 medidas
Deixe seu comentário
Pode te interessar