Terça-feira, 26 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Cloudy

Saúde O Brasil confirmou 667 óbitos pelo coronavírus no País e um total de 13.717 casos

Compartilhe esta notícia:

O ministro Mandetta participou da coletiva de ações do governo desta terça.

Foto: Reprodução
O ministro Mandetta participou da coletiva de ações do governo desta terça. (Foto: Reprodução)

O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na tarde desta terça-feira (7), aponta 13.727 casos confirmados de coronavírus e 667 mortes no Brasil.

Com o balanço das secretarias estaduais de Saúde, divulgados até as 20h desta terça, o total, no entanto chega aos  14.039 casos confirmados no País, com 687 mortes pela Covid-19.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, São Paulo segue com o maior número de confirmações, com 5.682 e 375 mortes. O segundo Estado com mais casos é o Rio de Janeiro, com 1.688 e 89 mortes. O Ceará é o terceiro, com 1.051 casos e 31 mortes. No Rio Grande do Sul, há 508 casos confirmados e oito mortes.

Pagamento de auxílio emergencial

Na manhã desta terça, também em coletiva com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o governo informou que começa a pagar nesta quinta-feira (9) a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para pessoas inscritas no CadÚnico (Cadastro Único) com conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal. Para os clientes dos demais bancos, o pagamento será feito a partir do dia 14 deste mês.

O segundo pagamento do benefício de R$ 600 ocorrerá entre 27 e 30 de abril, conforme a data de aniversário dos beneficiários. E a última parcela será paga de 26 a 29 de maio. A ideia é que todo o pagamento do benefício – as três parcelas de R$ 600 – seja feito em cerca de 45 dias, totalizando a liberação R$ 98 bilhões para 54 milhões de pessoas.

Aplicativo disponível

Desde as 9h desta terça, já está disponível para ser baixado o aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial que permitirá o cadastramento dos cerca de 20 milhões de trabalhadores informais para receberem a renda básica emergencial. Os aplicativos estão disponíveis para serem baixados na versão iOS e também Android.

Em seis horas de funcionamento, a Caixa Econômica fez o cadastro de 10 milhões de benefícios da renda básica emergencial, disse o presidente do banco, Pedro Guimarães. Segundo ele, ao considerar os eventuais pedidos rejeitados de quem não tem direito ao benefício, a expectativa é terminar o dia com 15 milhões a 20 milhões de trabalhadores cadastrados que começarão a receber o auxílio no dia 14.

No mundo

A China não registrou morte por Covid-19 nas últimas 24 horas, algo inédito desde o início da publicação de estatísticas sobre a epidemia do coronavírus em janeiro, informaram as autoridades de saúde nesta terça.

O país asiático, onde o novo coronavírus, o Sars-Cov-2, surgiu no fim de 2019, informou sua primeira morte por Covid-19 no dia 11 de janeiro. Desde então, registrou 3.331 óbitos. Porém, o número diário de mortes está caindo há semanas e na segunda-feira (6) ocorreu apenas uma morte.

O Reino Unido registrou 786 mortes adicionais por coronavírus em 24 horas, um novo recorde, elevando o número de vítimas fatais no país para mais de 6 mil, anunciou o governo nesta terça. Um total de 6.159 pacientes morreram no hospital após testarem positivo para a Covid-19, informou o Ministério da Saúde.

A Espanha registrou 743 mortes em 24 horas, uma alta após quatro dias de redução do número, o que elevou o total de vítimas fatais no país a 13.798 desde o início da pandemia.

Segundo país mais afetado no planeta pela Covid-19, tanto em número de casos como de mortes, a Espanha também registrou um leve aumento no número global de casos notificados, com 140.510, informou o Ministério da Saúde do país.

“Nós consideramos que o leve aumento em comparação ao dia de ontem (segunda-feira) se deve ao ajuste de dados a respeito do fim de semana, quando o registro de casos costuma ser mais lento”, afirmou em uma entrevista coletiva María José Sierra, do Centro de Emergências Sanitárias.

A Itália teve seu menor número de novos casos de coronavírus desde 13 de março nesta terça, e também registrou pelo segundo dia seguido uma redução no número de mortes.

As mortes foram 604, menos do que as 636 da véspera. O total no país com maior número de vítimas fatais da doença no mundo chegou a 17.127, de acordo com a Agência de Proteção Civil.

O número de casos confirmados aumentou em 3.039, chegando a 135.586. Este também foi o segundo dia seguido em que os novos casos foram reduzidos. Na segunda, eles tinham sido 3.599.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Receita Federal libera consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda
Juiz decide que dinheiro de partidos deve ir para combate à covid-19
Deixe seu comentário
Pode te interessar