Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Economia O Brasil terá gasolina com melhor qualidade a partir de agosto

Compartilhe esta notícia:

Combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos, segundo especialistas

Foto: José Cruz/Agência Brasil
Combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos, segundo especialistas. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

A partir de 3 de agosto, a gasolina vendida no Brasil deverá seguir novas especificações definidas pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), que regula o setor.

As mudanças valem para a gasolina tipo C (comum) e premium, que é indicada pelas fabricantes de carros esportivos. Na prática, o combustível terá melhor qualidade e deixará os carros mais eficientes, reduzindo o consumo de combustível e as emissões de poluentes.

Por outro lado, o litro da gasolina ficará mais caro, de acordo com a Petrobras. Ainda não há uma estimativa de qual será o aumento. “Em termos finais de custo, acreditamos que será mais positivo, porque poderá rodar mais com menos”, afirmou Anelise Lara, diretora da Petrobras.

Para Everton Lopes, mentor de tecnologia em energia da SAE Brasil (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade), a melhoria no consumo do veículo irá compensar o custo mais alto para abastecer. “Há previsões de que os veículos devem ter a performance melhorada, chegando a 3% ou 4% na economia de combustível”, disse.

Além disso, a nova gasolina ainda deve ajudar na redução de emissões de poluentes. “Cada litro consumido gera uma quantidade de CO2. E, com 4% menos consumo, as emissões também caem 4%”, completou.

Entre as novidades, estão a introdução de uma massa específica mínima de 715 kg/m³ para a gasolina. A massa específica é a quantidade de uma substância em um determinado volume.

No momento, não há exigência de uma massa específica mínima, mas, segundo especialistas, a gasolina produzida no Brasil já estava próxima dessa marca. Outra novidade é a adoção de um novo padrão na contagem da octanagem da gasolina. O octano é o nível de resistência à combustão dentro do motor.

Na hora que o combustível é comprimido pelo pistão dentro do cilindro, há um ponto ideal para a combustão. Se a octanagem é mais alta, essa explosão acontece em um ponto onde o pistão é impulsionado com mais força para baixo, melhorando, assim, o desempenho do veículo. Por outro lado, se uma gasolina tem pouca octanagem, a explosão acontece de forma precoce, prejudicando o desempenho.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Polícia Federal descarta “conduta omissa” e incêndio criminoso no Museu Nacional, no Rio
Porto Alegre chega a 128 mortes por coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar