Quinta-feira, 30 de junho de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil Busca por testes de covid em farmácias sobe 44%

Compartilhe esta notícia:

Apesar do aumento de testagens, a porcentagem de resultados positivos caiu. (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)

A procura por testes de covid-19 em farmácias de todo o Brasil aumentou 44% entre o fim de novembro e a semana que antecede o Natal, segundo dados da Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias) divulgados nesta quarta-feira (29).

De 29 de novembro a 5 de dezembro, foram feitos 95.674 testes. Após 15 dias, na semana de 13 a 19 de dezembro, foram contabilizados 137.618 testes.

Apesar do aumento de testagens, a porcentagem de resultados positivos caiu. Na primeira semana de dezembro, 9% dos testes feitos deram positivo para covid, contra 8% na terceira semana.

Segundo a Abrafarma, a explosão pela procura nos testes ocorreu por causa do surto de gripe provocado pela influenza. Os testes buscados são os chamados “rápidos”: o sorológico e PCR-LAMP de acordo com a associação.

Testagem baixa

Apesar do aumento neste mês, os números da Abrafarma mostram que a média diária de testes ainda está abaixo do que foi registrado em setembro deste ano.

Além da queda na procura por testes, desde junho observa-se também que a proporção de testes positivos é cada vez menor:

Avanço da ômicron

Um levantamento feito pelo Instituto Todos pela Saúde (ITpS) apontou que a incidência da variante ômicron em oito estados brasileiros é de 31,7%. A análise foi feita em parceria com os laboratórios Dasa e DB Molecular, que verificaram testes RT-PCR coletados entre os dias 1 e 25 de dezembro, em 16 Estados.

Foram analisados 30.483 testes. Desses, 640 foram positivos, sendo 203 casos prováveis da nova cepa. A ômicron estava presente em testes de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Bahia, Goiás, Santa Catarina e Tocantins. São Paulo e Rio de Janeiro detectaram a ômicron em mais de 50 testes.

Segundo balanço do Ministério da Saúde, divulgado na terça-feira (28), o Brasil tem, oficialmente, 77 casos confirmados de ômicron e há 211 outros em investigação.

“Considerando os casos de ômicron, sua rápida disseminação e a atual epidemia de gripe, recomendamos cautela neste período de festas de fim de ano. Máscara, distanciamento e boa circulação de ar em ambientes fechados são estratégias importantes contra a ômicron e o vírus da gripe”, alertam os pesquisadores.

Para detectar a nova variante, os laboratórios utilizaram o teste RT-PCR e não fizeram o sequenciamento genético. “A ômicron possui diversas mutações e deleções (remoções de fragmentos de genes). Uma deleção em particular afeta os códons 69 e 70 do gene S (na linhagem Ômicron BA.1). Alguns testes RT-PCR falham na detecção da região deletada, e assim podemos detectar a ômicron”.

 

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Servidores públicos federais aprovam paralisações em janeiro e discutem greve para fevereiro
Levantamento mostra que ômicron avança no País, com até 70% dos casos diagnosticados em um dia
Deixe seu comentário
Pode te interessar