Domingo, 31 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Cloudy

Economia Caixa paga nesta quarta-feira a segunda parcela de R$ 600 a beneficiários fora do Bolsa Família

Compartilhe esta notícia:

Os primeiros a receber serão cerca de 5 milhões de beneficiários nessa situação nascidos em janeiro e fevereiro

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Os primeiros a receber serão cerca de 5 milhões de beneficiários nessa situação nascidos em janeiro e fevereiro. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A CEF (Caixa Econômica Federal) credita nesta quarta-feira (20) a segunda parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600 para os beneficiários do programa que não fazem parte do Bolsa Família (que fazem parte do Cadastro Único ou que se inscreveram pelo aplicativo ou site), e que receberam a primeira parcela até 30 de abril. Os primeiros a receber serão cerca de 5 milhões de beneficiários nessa situação nascidos em janeiro e fevereiro.

Também nesta quarta-feira a Caixa paga a segunda parcela do Auxílio a outros 1,9 milhão de trabalhadores que também são beneficiários do Bolsa Família, cujo NIS (Número de Identificação Social) é terminado em 3. Além disso, também será liberado o pagamento da primeira parcela do benefício para um novo grupo de trabalhadores, que fazem aniversário em fevereiro.

Depósito em poupança digital e restrição para saque e transferências

Para os beneficiários que vão receber a segunda segunda parcela e não fazem parte do Bolsa Família, os pagamentos trazem mais restrições: todos vão receber por meio de conta poupança digital da Caixa – mesmo quem recebeu a primeira parcela em outra conta.

Além disso, a poupança digital não vai permitir transferências inicialmente – apenas pagamento de contas, de boletos e compras por meio do cartão de débito virtual. Transferências para outras contas e saques só serão liberados a partir de 30 de maio.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

“Ainda bem que o monstro do coronavírus veio para demonstrar necessidade do Estado”, diz o ex-presidente Lula
Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro decreta luto de três dias após morte de deputado por coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar