Quinta-feira, 02 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Mostly Cloudy

Porto Alegre Carnaval de Rua 2020 vai mobilizar 12 regiões de Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Edital para seleção da empresa organizadora foi lançado nesta quarta-feira

Foto: Cesar Lopes/PMPA
Edital para seleção da empresa organizadora foi lançado nesta quarta-feira (Foto: Cesar Lopes/PMPA)

O Carnaval de Rua 2020 de Porto Alegre ocorrerá de 1° de fevereiro a 8 de março, aos sábados, domingos e feriados, com a ampliação de oito para 12 regiões descentralizadas.

A ajuda de custo para os blocos que se credenciaram junto à prefeitura é bancado pela empresa organizadora e passará de R$ 500,00 para R$ 3 mil. Nesta quarta-feira (08),  no Salão Nobre do Paço Municipal, foi lançado o edital para selecionar a produtora responsável por organizar o evento.

O prefeito Nelson Marchezan Júnior lembra que será o segundo ano em que o Carnaval de Rua é estruturado a partir de editais, com regras e caderno de encargos. “Como resultado, ganhamos credibilidade, e tenho certeza de que repetiremos o sucesso do ano anterior. Para este ano, ampliamos o número de eventos e de regiões, e os qualificamos”, destaca. Marchezan afirma também que todos os cuidados com a segurança e a infraestrutura foram pensados e discutidos.

O secretário municipal da Cultura, Luciano Alabarse, observa que, em 2019, 260 mil foliões participaram dos eventos de rua, com uma infraestrutura de qualidade prevista e regrada pelo edital de concorrência. Os eventos foram realizados em circuitos centralizados e descentralizados.

“Para este ano, o Ministério Público recomendou que os desfiles dos blocos carnavalescos durassem os quatro dias de Carnaval. Isso foi aceito, e também concordamos com o pedido da Brigada Militar de que não houvesse eventos programados para o miolo da Cidade Baixa”, diz, acrescentando que o percurso traçado para a região vai da Praça Garibaldi até a avenida Aureliano de Figueiredo Pinto.

O presidente da Câmara Municipal, Reginaldo Pujol, fez uma breve e enfática manifestação. “Tenho o prazer de me dirigir ao povo que gosta de Carnaval para desfazer uma grande calúnia que se consagrou na cidade desde o primeiro ano da gestão do prefeito Marchezan, dizendo que ele não gostava de Carnaval. A verdade era outra: ele não gostava de pagar a despesa do Carnaval, quando não tinha dinheiro para pagar a folha salarial dos servidores”, diz.

Pujol elogia o processo e acredita que Porto Alegre terá até março um grande Carnaval de Rua coordenado pela Secretaria da Cultura e executado pela empresa a ser contratada.

Edital

As empresas interessadas em se habilitar devem atender ao regramento previsto no documento. Entre as exigências, está oferecer banheiros químicos, sinalização para bloqueio de trânsito, UTIs móveis e plano de proteção de áreas verdes, parques e monumentos. O edital foi publicado em edição extra no Dopa (Diário Oficial de Porto Alegre) de terça-feira (07).

O prazo para credenciamento dos Blocos de Rua se encerrou em 7 de janeiro com a inscrição de 27 blocos. Os eventos na Cidade Baixa ocorrerão com aqueles que comprovarem origem e tradição no bairro.

Circuitos

Cicuito Cidade Baixa: Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto – Praça Garibaldi, somente com blocos que comprovarem origem e tradição no bairro, conforme critérios do Edital de Credenciamento.

Circuito Centro Histórico: Havendo interesse de blocos e circuito aprovado pela EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação).

Circuitos descentralizados: 12 regiões descentralizadas receberão eventos comunitários de Carnaval.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Presidente do Supremo pede que ministro da Educação se manifeste sobre críticas à União Nacional dos Estudantes
Brasil registra em 2019 segundo maior número de mortes por dengue em 21 anos
Deixe seu comentário
Pode te interessar