Terça-feira, 18 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Mostly Cloudy

Rio Grande do Sul Caxias do Sul registra 153 focos de Aedes aegypti em 2021

Compartilhe esta notícia:

É um índice preocupante em comparação ao dos anos anteriores: 27 em 2020 e 34 em 2019.

Foto: EBC
É um índice preocupante em comparação ao dos anos anteriores: 27 em 2020 e 34 em 2019. (Foto: EBC)

A Vigilância Ambiental em Saúde de Caxias do Sul, na Serra, identificou mais 17 focos de Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e da febre amarela urbana. Até agora foram encontrados 153 criadouros do mosquito nos primeiros quatro meses de 2021. É um índice preocupante em comparação ao dos anos anteriores: 27 em 2020 e 34 em 2019.

Os novos pontos foram detectados a partir do Levantamento Rápido de Índice para aedes aegypit (LIRA), iniciado na última segunda-feira (26). É um método de amostragem que tem como objetivo observar os índices de infestação predial, o índice de densidade nos criadouros inspecionados e quais são os criadouros predominantes do mosquito.

Entre os dias 26 e 29 de abril, os agentes visitaram 4.513 residências e coletaram 143 amostras. A vistoria acontece de forma peridomiciliar, ou seja, são analisadas a frente, laterais e fundos dos lares em busca de possíveis pontos de reprodução do mosquito. A coleta vai até o dia 05 de maio.

A Secretaria Municipal da Saúde reforça que é de extrema importância a parceria da população neste momento. É preciso identificar e eliminar qualquer objeto que possa acumular água parada para evitar a proliferação do mosquito. Em casos de dúvida, entrar em contato com a Vigilância Municipal em Saúde, pelo telefone: (54) 3901-2503.

Orientações para evitar a proliferação

Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos;
Recolher o lixo do pátio;
Colocar o lixo ensacado para ser recolhido pela empresa de coleta;
Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva, ou encaminhá-los ao Ecoponto da Codeca, a empresa de coleta;
Tampar caixas d’água;
Colocar telas milimétricas em caixas d’água descobertas, reservatórios de captação de água da chuva e nos ralos;
Limpar as calhas;
Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água;
Eliminar os pratinhos das plantas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Três em cada quatro brasileiros perderam alguém para a Covid-19, indica levantamento
CPI da Covid: Roteiro inicial de relator prevê 45 perguntas a Mandetta e 36 a Teich
Deixe seu comentário
Pode te interessar