Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
28°
Partly Cloudy

Brasil Começa o pagamento do calendário 2021 do programa Bolsa Família

Compartilhe esta notícia:

Segundo o governo, 95% das famílias do Bolsa Família migraram para o auxílio emergencial no ano passado

Foto: Rafael Zart/MDSA
Segundo o governo, 95% das famílias do Bolsa Família migraram para o auxílio emergencial no ano passado. (Foto: Rafael Zart/MDSA)

Começou nesta segunda-feira (18) o pagamento do Bolsa Família para beneficiários com NIS (Número de Identificação Social) de final 1. Neste mês, o pagamento vai até o dia 29. Mais de 14 milhões de famílias estão inscritas no programa.

Para saber em que dia o benefício ficará disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do NIS, impresso no cartão de cada titular.

Para cada final do NIS, há uma data correspondente por mês. Se o NIS do titular termina com o número 1, em janeiro, por exemplo, os pagamentos começam no dia 18. Os depósitos ocorrem sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês.

As parcelas mensais ficam disponíveis para saque durante 90 dias após a data indicada no calendário. Os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Bolsa Família”, com o valor do benefício.

A Caixa Econômica Federal, operadora do programa, já iniciou a identificação com cartazes dos locais em que o benefício poderá ser sacado, como agências, lotéricas e correspondentes bancários (comércios com a marca Caixa Aqui).

(Foto: Divulgação)

Fim do auxílio emergencial

De acordo com o Ministério da Cidadania, 95% das famílias do Bolsa Família migraram para o auxílio emergencial no ano passado, pelo fato de o valor ser mais vantajoso para os beneficiários. Conforme dados de novembro de 2020, 12,4 milhões de famílias, do total de 14,2 milhões cadastradas no Bolsa, estavam recebendo o auxílio.

Os beneficiários do Bolsa Família receberam a última parcela do auxílio emergencial em 23 de dezembro. A partir de agora, esse público volta a receber o Bolsa.

Essas famílias receberam no ano passado cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil e quatro de R$ 300 ou R$ 600. O valor médio pago pelo Bolsa Família gira em torno de R$ 190. Ou seja, milhares de beneficiários receberam por nove meses em 2020 valores acima do que pagaria o Bolsa Família.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

O índice de abstenção do primeiro dia da prova do Enem ficou em 51,5%
Economia chinesa se recupera e fecha 2020 com crescimento de 2,3%
Deixe seu comentário
Pode te interessar