Sábado, 19 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Tecnologia Confira 5 recursos do WhatsApp para ganhar dinheiro com vendas no aplicativo

Compartilhe esta notícia:

Usuários podem interagir com chatbot pela plataforma e consultar informações que recebem. (Foto: EBC)

É possível promover vendas no WhatsApp com alguns recursos do mensageiro para Android e iPhone (iOS). Serviços como links de pagamentos, listas de transmissão e chatbots podem ser usados no aplicativo para chegar até clientes e divulgar seus produtos e serviços.

O WhatsApp Business, versão comercial do mensageiro, também oferece funções exclusivas voltadas para facilitar a comunicação entre empresas e consumidores. Confira, na lista a seguir, como fazer vendas pelo WhatsApp e saiba quais recursos do mensageiro podem ajudar os seus negócios.

1. WhatsApp Business

A versão do WhatsApp para negócios oferece ferramentas diferenciadas do aplicativo comum, como enviar mensagens pré-prontas ou automáticas de saudação para clientes e cadastrar um catálogo de produtos à venda. Os comércios presentes na plataforma possuem um perfil profissional com informações sobre o estabelecimento, como endereço, nome da empresa, horário de funcionamento e mais.

O WhatsApp Business também facilita a organização com etiquetas para categorizar as conversas com clientes, e fornece estatísticas de mensagens, o que ajuda a analisar o alcance do negócio no aplicativo, e a avaliar as estratégias de marketing da marca. Vale destacar que a versão empresarial do WhatsApp foi desenvolvida para pequenas empresas, mas o mensageiro oferece a API do Business para organizações de médio e grande porte, disponível pelo site (whatsapp.com/business/apply).

2. Chatbots

O WhatsApp oferece uma solução própria de chatbot pela API do Business, mas empresas também podem disponibilizar o recurso para o mensageiro de maneira paga. A proposta do serviço é criar funções automatizadas pré-definidas para responder usuários em tempo real. Sendo assim, a ferramenta permite que “robôs” façam o atendimento da empresa em alguns casos ou agilizem o processo de compra, o que permite que o consumidor entre em contato a qualquer momento via WhatsApp sem perder horas tentando abordar alguma loja por e-mail ou telefone.

A ferramenta é empregada frequentemente por empresas de médio e grande porte, sendo usada por marcas como Bradesco, Netflix e Habibs, por exemplo. Entretanto, o uso de chatbots apresenta algumas desvantagens, como o fato de o serviço ser pago, de forma que a organização deve investir na ferramenta. Além disso, a comunicação pode não ser tão efetiva caso o cliente busque por um atendimento muito específico.

3. Grupos de venda

Grupos de compras e vendas no WhatsApp podem ser uma boa forma para divulgar negócios e produtos, e costumam ser utilizados por vendedores de pequeno porte. É possível encontrar as conversas coletivas com a ajuda de aplicativos como o Zap Grupos, com extensões para Chrome, tipo o Grupos para WhatsApp, e até mesmo em outras redes sociais, como no Facebook.

No entanto, como nem sempre o vendedor conhece o cliente nos grupos do WhatsApp, é importante seguir algumas orientações de segurança para não sofrer fraude. Confira as redes sociais do cliente em potencial e pergunte algumas informações pessoais antes de aceitar fazer a venda. Vale também conversar com a pessoa e chegar a um acordo de enviar o produto após pagamento parcial ou total, para evitar calote.

4. Links de pagamento

Os links de pagamento trazem segurança e facilidade nas transações de compra e venda, já que uma plataforma pode intermediar o processo e oferecer maior variedade de formas de pagamento. O Mercado Pago e o PagSeguro são alguns dos serviços financeiros digitais que oferecem essa solução, que permite gerar o endereço de cobrança e enviar ao consumidor pelo WhatsApp.

Segundo o CEO da PagBrasil Ralf Germer, disponibilizar um link de pagamento para os compradores é uma boa estratégia para alcançar mais público: “Esse link, criado junto com uma processadora de pagamentos de confiança, permite que as vendas sejam realizadas por qualquer canal online, sem exigir que o empreendedor tenha uma loja virtual”, explica. Importante ficar atento porque as instituições costumam cobrar pelo serviço: o PagSeguro, por exemplo, possui uma taxa de 2,49% sobre o valor total do produto.

5. Fazer divulgação dos produtos

O WhatsApp conta com mais de 2 bilhões de usuários, e foi o aplicativo de mensagens mais baixado no Brasil em 2019. A popularidade do serviço comprova a importância de divulgar os produtos pelo mensageiro. O WhatsApp fornece alguns recursos para tal fim, como o Status, lista de transmissão e encaminhamento de mensagens de divulgação para grupos. Vale destacar que o uso de listas deve ser limitado, já que o disparo em massa de mensagens é proibido, segundo a política de uso do WhatsApp.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

O aplicativo Coronavírus-SUS vai alertar usuários que se aproximarem de pessoas infectadas
Empresa chinesa inventa carregador rápido que reabastece o celular em 20 minutos
Deixe seu comentário
Pode te interessar