Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Bem-Estar Conversão de leitos para UTI é uma estratégia comum no combate ao coronavírus nos municípios brasileiros

Compartilhe esta notícia:

Para essa conversão, os hospitais precisam seguir normas restritas e até mesmo reorganizar equipes

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde
Para essa conversão, os hospitais precisam seguir normas restritas e até mesmo reorganizar equipes. (Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde)

A conversão de leitos menos complexos para leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) foi uma estratégia comum dos municípios brasileiros na resposta à pandemia do novo coronavírus para garantir um rápido aumento no número de vagas nos hospitais, aponta um levantamento da plataforma Farol Covid, que analisou as 20 cidades mais afetadas pela Covid-19.

A cidade de São Paulo foi a que mais ampliou suas unidades de tratamento intensivo. Entre fevereiro e maio, foram criados 2.001 novos leitos somente para Covid-19. Ao mesmo tempo, o município reduziu o número de seus leitos comuns e cirúrgicos.

A capital pernambucana foi a segunda com maior variação no número de leitos exclusivos para pacientes com coronavírus. Foram 817 leitos de UTI Covid criados em Recife, município que apresentou variações negativas nas outras modalidades de leito.

Para essa conversão, os hospitais precisam seguir normas restritas e até mesmo reorganizar equipes para receber a habilitação do Ministério da Saúde. O sanitarista e professor da USP (Universidade de São Paulo), Gonzalo Vecina Neto, ressaltou que esse é um processo caro e complexo.

Os municípios com maior número de casos confirmados de coronavírus no Brasil também são os que tiveram o maior aumento na sua capacidade hospitalar. Juntos, eles somavam 365.934 confirmações da doença, o que representava 71% do acumulado no Brasil até o final de maio.

O levantamento detalha que as cidades que tiveram o maior aumento absoluto na oferta de leitos entre fevereiro e maio deste ano foram São Paulo (1.301), Recife (991) e Rio de Janeiro (935). Os dados são atualizados mensalmente pelo CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde) e apresentam um atraso em relação ao mês vigente.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Bolsonaro sanciona, com vetos, a lei que obriga o uso de máscaras em locais públicos em todo o País
América Latina e Caribe superam a Europa em número de casos de coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar