Segunda-feira, 06 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Mostly Cloudy

Brasil Banco Central anuncia nesta quarta-feira a nova taxa básica de juros. O mercado financeiro prevê o maior corte em oito anos

Expectativa da maior parte dos economistas é de redução de 1 ponto percentual na Selic (Foto: Banco de Dados)

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central se reúne nesta quarta-feira (12) para definir a nova Selic. A aposta da maior parte dos economistas do mercado financeiro é de que a autoridade monetária anuncie redução na taxa básica de juros de 12,25% para 11,25% ano.

Se as estimativas do mercado estiverem corretas, o corte de um ponto percentual será o maior desde março de 2009, quando o BC promoveu corte de 1,5 ponto percentual. A decisão do Copom será anunciada a partir das 18h.

Se a medida, como espera o mercado, for mesmo adotada pelo BC, representará a quinta redução consecutiva dos juros, chegando ao menor patamar desde outubro de 2014, quando estavam em 11% ao ano. O próprio Banco Central já sinalizou que pode acelerar o passo e cortar os juros mais rapidamente.

A definição da taxa de juros pelo BC tem como foco o cumprimento da meta de inflação, definida todos os anos pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). Em razão do cenário de recessão na economia, a inflação está na chamada “queda livre”.

No primeiro trimestre deste ano, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a inflação oficial (medida pelo IPCA) ficou em em 0,96%, menor taxa para o período desde o início do Plano Real. Para o ano de 2017, o mercado financeiro prevê que a inflação deve ficar em 4,09%, abaixo da meta de 4,5% fixada para este ano.

Previsões para 2017

A previsão do mercado financeiro é de que a taxa básica de juros da economia continue recuando nos próximos meses e chegue a 8,5% ao ano no final de 2017.  (AG) 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Nova regra de transição na Previdência pode beneficiar trabalhadores jovens
Motorista do Uber reage a um assalto e atira em um adolescente em Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar