Segunda-feira, 30 de Março de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
31°
Partly Cloudy

Capa – Caderno 1 Crianças atendidas pela Fasc autografam na Feira do Livro

As receitas do livro surgiram de uma atividade denominada “Master Chef Social”. (Foto: Diego Lopes/Divulgação)

Trinta e seis crianças de 6 a 14 anos, atendidas pela Fasc (Fundação de Assistência Social e Cidadania), autografaram, nesta sexta-feira, 15, um livro de receitas. O evento ocorreu no Memorial do Rio Grande do Sul, na 65ª Feira do Livro de Porto Alegre. A obra resultou de um projeto desenvolvido pelo SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos) do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) Norte, unidade da Fasc.
Familiares e amigos prestigiaram a sessão de autógrafos coletiva dos pequenos escritores, com duração de três horas. As crianças criaram um livro ao longo do ano com 32 receitas que surgiram de uma atividade denominada “Master Chef Social”, com a participação dos pais durante o processo.

A ação deu tão certo que virou livro. O Instituto Passos, organização parceira da Fasc que executa o SCFV na região, angariou fundos para a produção de 500 exemplares, que puderam ser adquiridos durante a sessão de autógrafos pelo valor de R$ 16. O lucro será para revitalização dos espaços no Cras Norte, local onde o serviço acontece.

Rita de Cássia, coordenadora do Instituto Passos e idealizadora do projeto, explica que a ação tem como objetivo fortalecer os vínculos afetivos das crianças com suas famílias. “Nada melhor que a cozinha e a gastronomia para ajudar a unir. O projeto foi além do que imaginávamos. A partir dele criamos uma oficina de culinária”.

Para Diullen Nikoly Stiegemeier, de 14 anos, que participa do SCFV há um ano, a experiência vai se tornar profissão no futuro. “As aulas foram muito legais. Tanto é que meu sonho era ser policial quando crescesse. Depois daqui, quero me formar em gastronomia”. Animada, a adolescente passou a cozinhar para a família as receitas que aprendeu.

O SCFV é um espaço de fortalecimento de vínculos familiares, sociais e comunitários pela convivência, socialização e o acolhimento. Estimula o exercício da cidadania, desenvolvimento do protagonismo e da autonomia a partir dos interesses, demandas e potencialidades de cada faixa etária.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

A embaixada russa publicou a foto do encontro do Brics com Michel Temer no lugar de Jair Bolsonaro
Bolsonaro criticou as urnas eletrônicas e quer uma lei para fazer auditoria na eleição de 2022
Deixe seu comentário
Pode te interessar