Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
15°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Mundo Criptomoedas: Dubai quer criar 40 mil empregos e ampliar PIB com expansão do metaverso e blockchain

Compartilhe esta notícia:

País já tenta atrair empresas de criptoativos de todo o mundo. (Foto: Divulgação)

Dubai busca um lugar entre as 10 maiores economias do mundo no metaverso com o lançamento de uma nova estratégia que prevê a criação de 40 mil empregos virtuais, além de adicionar US$ 4 bilhões ao PIB da cidade em cinco anos.

O governo pretende desenvolver padrões globais na construção de plataformas seguras e protegidas para usuários e desenvolver infraestrutura e regulação para acelerar a adoção dessas tecnologias, disse a agência de notícias estatal WAM.

O plano, lançado pelo príncipe herdeiro de Dubai, xeque Hamdan bin Mohammed, visa apoiar a meta do governo de aumentar o número de empresas de blockchain em cinco vezes em cinco anos. Dubai já abriga mais de 1.000 empresas no setor de metaverso e blockchain, que contribuem com US$ 500 milhões para a economia nacional, disse o xeque Hamdan.

“Lançamos a Estratégia Dubai Metaverse, que visa fomentar a inovação em novas tecnologias. Dubai é o lar de mais de 1.000 empresas que operam no setor de metaverso e blockchain, o que contribui com US$ 500 milhões para nossa economia nacional, disse o príncipe.

“A estratégia enfatiza a promoção de talentos e o investimento em recursos futuros, fornecendo o suporte necessário na educação do metaverso voltada para desenvolvedores, criadores de conteúdo e usuários de plataformas digitais na comunidade do metaverso”, disse WAM.

As maiores empresas da cidade já estão entrando no metaverso. A Emirates disse que expandirá o uso da tecnologia, enquanto o Damac Group planeja construir cidades digitais. A empresa de saúde Thumbay lançará um hospital no metaverso para consultas virtuais nos próximos meses, informou o Khaleej Times.

Enquanto isso, Dubai já tenta atrair empresas de criptoativos de todo o mundo. Algumas das maiores empresas de criptomoedas e fintechs do mundo, incluindo Binance e FTX, receberam licenças na cidade.

Corretora de criptomoedas

A Zipmex, uma exchange de criptomoedas que opera em mercados como Cingapura e Tailândia, disse que interrompeu os saques, pois uma série de inadimplências continua a assombrar o setor de ativos digitais.

Em um tuíte na quarta-feira, a empresa citou “condições de mercado voláteis e as dificuldades financeiras resultantes de nossos principais parceiros de negócios” como razões para sua decisão. Uma pessoa com conhecimento direto do assunto disse que a paralisação da Zipmex resultou da exposição da plataforma ao problemático banco de criptomoedas Babel Finance. A pessoa não quis ser identificada discutindo assuntos confidenciais. Um porta-voz da Babel não respondeu a um pedido de comentário.

A Zipmex se une a empresas de criptomoedas como Celsius e Vauld na suspensão de saques, deixando os depositantes em apuros e ressaltando os perigos das apostas alavancadas que permeiam o setor. A Vauld, uma plataforma de empréstimo e negociação de criptomoedas com sede em Cingapura, está tentando evitar o colapso buscando alívio nos tribunais e vendendo-se a um rival.

A Zipmex possui uma licença para negociação de ativos digitais da Comissão de Valores Mobiliários da Tailândia, de acordo com seu site. Em Cingapura, a exchange possui uma permissão de provedor de serviços de pagamento isenta, em vez de uma licença completa sob o novo regime do banco central para empresas de criptoativos.

A exchange foi lançada em setembro de 2019 e está sediada em Cingapura e Tailândia, de acordo com seu site. O token ZMT nativo da empresa caiu cerca de 90% de sua alta histórica, mostram dados do CoinGecko.

Entre seus produtos está a ZipUp+, uma conta que paga rendimentos de até 10% em depósitos de tokens como bitcoin, ether e litecoin. No entanto, a Zipmex alerta em seu site que os usuários em potencial não estão protegidos, pois a empresa não é licenciada pela Autoridade Monetária de Cingapura.

“Isso significa que você não poderá recuperar todo o dinheiro ou DPTs que pagou à Zipmex se os negócios da Zipmex falharem”, diz um aviso no site, referindo-se aos tokens de pagamento digital.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Tribunal alemão decide que ter baixa estatura não é doença
Quinze mil militares russos já morreram na guerra na Ucrânia, afirmam os Estados Unidos
https://www.osul.com.br/criptomoedas-dubai-quer-criar-40-mil-empregos-e-ampliar-pib-com-expansao-do-metaverso-e-blockchain/ Criptomoedas: Dubai quer criar 40 mil empregos e ampliar PIB com expansão do metaverso e blockchain 2022-07-20
Deixe seu comentário
Pode te interessar