Domingo, 31 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Light Rain

Inter Edinho revela arrependimento e esclarece declaração polêmica sobre o Inter: “Mal interpretado”

Compartilhe esta notícia:

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Depois de muito tempo sem ir até os microfones para tratar de Grêmio e Inter, o volante Edinho concedeu entrevista exclusiva à Rádio Grenal, neste domingo (17). Ao relembrar momentos da conquista do título mundial do Inter em 2006, reprisado em programa especial da programação, o jogador, que também vestiu a camisa do tricolor, se mostrou emocionado e esclareceu um episódio que marcou sua passagem pelo futebol gaúcho.

Em 2015, quando defendia as cores do Grêmio, o jogador virou manchete em uma matéria ao declarar que, o triunfo por 5 a 0 sobre o ‘arquirrival’ Inter era sua maior conquista.

“Foi o melhor momento da minha (sobre a conquista do Mundial com o Inter). Eu não ia falar sobre isso, mas vou falar. Atuando pelo Grêmio, eu entrei em uma polêmica. Acabei sendo mal interpretado. A maioria das pessoas não sabem, mas eu tive depressão, fiquei afastado um tempo. Comecei a beber, ficava trancado em casa. Um momento difícil que eu tive em Porto Alegre. Muitas pessoas me ajudaram e salvaram a minha vida. Fiquei afastado no clube, ninguém me queria. Não fiz nada pra ninguém naquele momento. E passei por aquilo de ficar afastado, não treinar, sem saber de nada. E aquela declaração da vitória de 5 a 0 foi por isso. Ali, eu voltei pro mercado do futebol”, revelou Edinho, que seguiu e afirmou que foi alvo de “covardia”.

“A chamada da matéria não diz o que é a matéria toda. É só ler. Foi uma covardia muito grande que fizeram. Eu nunca quis falar aquilo. Fiquei chateado e magoado, porque quem me conhece no dia a dia sabe que eu gosto muito do Inter. Mas o mesmo tempo, eu também sou grato pelo Grêmio. Se eu pudesse voltar atrás, eu não falaria as coisas daquele jeito. Eu tenho um coração puro. Às vezes, eu sou xingando no meu Instagram, mas eu entendo tudo isso. Quero dizer que eu peço perdão a essas pessoas. Eu voltaria atrás em tudo que eu falei, mas não falei com maldade nenhuma. Eu me criei no Internacional. Lutei muito pra chegar onde cheguei. Nunca vou esquecer do título mundial. Do fundo do meu coração, fui muito mal interpretado em uma entrevista. Me arrependo. Já pedi perdão. Tô muito emocionado”, completou o ex-jogador da dupla Grenal.

Ainda em 2016, o volante também foi marcado por outra declaração. Após o jogo contra o Avaí, pela Primeira Liga, afirmou que ganhou a Libertadores com um grupo bem inferior, fazendo referência ao Inter de 2006, ao time do Grêmio da época.

No dia que marcou a reedição da final entre Inter e Barcelona, no Mundial de 2006, na Rádio Grenal, Edinho revelou detalhes da campanha do título: “Foi muito difícil na semifinal do Mundial, pois havia uma ansiedade e um nervosismo muito grande. A obrigação era nossa. Mas graças a Deus deu tudo certo. Tinha uma preocupação muito grande com a semifinal do Mundial. Eu marquei o principal jogador do time egípcio. Até sonhei com ele (risos). O Abel nos passou muita confiança. A gente sabia que não tinha chego na final por acaso. Nosso time tinha muita qualidade. A gente se preparou muito pra enfrentar o Barcelona. Estudamos muito a equipe deles. Mas o Ronaldinho e o Deco, principalmente, tinham o improviso. Era difícil saber o que iriam fazer.”

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

“O segmento esportivo é um dos mais afetados”, afirma Gustavo Juchem, vice-presidente jurídico do Inter
Personagens da história do Inter relembram título mundial de 2006
Deixe seu comentário
Pode te interessar