Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Light Rain

Rio Grande do Sul O Rio Grande do Sul recebe o reforço de 84 novos bombeiros militares

Compartilhe esta notícia:

Os soldados irão reforçar os batalhões de Porto Alegre, São Leopoldo, Rio Grande, Caxias do Sul, Passo Fundo e Canoas.

Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini
Os soldados irão reforçar os batalhões de Porto Alegre, São Leopoldo, Rio Grande, Caxias do Sul, Passo Fundo e Canoas. (Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini)

O governo do Estado, por meio do CBMRS (Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul), celebrou, na manhã desta sexta-feira (20), a formatura de 84 novos soldados. Os militares finalizaram o CBFBM (Curso Básico de Formação Bombeiro Militar) neste mês e estão prontos para integrar as unidades de atendimento do CBMRS no Estado. A solenidade de formatura ocorreu no Ginásio Gigantinho, na Capital, e contou com a participação do governador Eduardo Leite, paraninfo da turma.

Os novos soldados irão reforçar os batalhões de Porto Alegre, São Leopoldo, Rio Grande, Caxias do Sul, Passo Fundo e Canoas, atendendo 27 cidades. Para fazer a destinação dos novos servidores, de modo a melhor atender todo o Estado, o CBMRS realizou um planejamento estratégico com critérios para lotação. Em primeiro lugar, a corporação distribuiu os novos soldados de forma a manter um efetivo mínimo de 20 bombeiros militares por batalhão, viabilizando desta forma a atuação das guarnições com a quantidade mínima estabelecida, respeitado os afastamentos ordinários e extraordinários. Também foi percebida a necessidade de reforço operacional e na prevenção de incêndios de grandes centros, como Porto Alegre e Canoas.

“A formatura faz parte da nossa estratégia inédita de reforço dos efetivos. Para não deixar abrir defasagem, programamos reposições todos os anos. Estamos trabalhando para oferecer a melhor estrutura física, material, equipamentos e viaturas para o atendimento das funções do Corpo de Bombeiros. Em última instância, nenhum dos equipamentos funciona sem as pessoas, nenhum caminhão salva a vida de quem está ameaçado. São, efetivamente, as pessoas, homens e mulheres que oferecem as próprias vidas para salvar outras”, disse o governador.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Parceria Público-Privada visa acelerar a universalização do esgotamento sanitário na Região Metropolitana de Porto Alegre
Carro usado ou carro novo? Tudo depende de suas necessidades
Deixe seu comentário
Pode te interessar