Sábado, 30 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Fair

Brasil Ex-ministro interino da Saúde é suspeito de corrupção

Compartilhe esta notícia:

Sales (foto) assumiu o comando da Saúde no mês de fevereiro de 2014, depois da demissão do então ministro Arthur Chioro. (Foto: Valter Campanato/ABr)

Um dos principais alvos da Operação Pulso, deflagrada na quarta-feira, pela PF (Polícia Federal), é o médico Mozart Júlio T. Sales, ex-ministro interino da Saúde do governo Dilma Rousseff. Segundo a PF, Mozart foi afastado do cargo de diretor da Hemobrás (Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia) por suspeita de envolvimento com organização criminosa especializada em direcionar licitações e desviar recursos públicos.

Rastreamento na conta da mulher de Mozart, Jurema, indicou, segundo a PF, que ela movimentou 1,6 milhão de reais no ano passado – quantia considerada atípica pelos investigadores porque ela recebe vencimentos de
8 mil reais.

Sales assumiu o comando da Saúde no mês de fevereiro de 2014, depois da demissão do então ministro Arthur Chioro. Antes de ocupar a cadeira número 1 do ministério, ele exerceu o cargo de secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, de 2012 a 2014, e foi chefe de gabinete, de 2011 a 2012, do ministro Alexandre Padilha, hoje secretário do governo Fernando Haddad em São Paulo.

Durante a gestão de Mozart Sales na Secretaria de Gestão foi criado o programa Mais Médicos, polêmica aposta do governo Dilma na área de Saúde.

Em seu perfil, publicado na página da Hemobrás na internet, Mozart afirmou que “criou e coordenou a implantação do programa Mais Médicos em todo o território nacional, que beneficia mais de 50 milhões de pessoas em todo o País”.

Delitos investigados

Os delitos investigados pela Polícia Federal são: peculato, corrupção passiva e ativa, fraude à Lei de Licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e organização criminosa. (AE)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Movimento em aeroportos do Brasil deve cair até 20% no período de festas de fim de ano
Senador se filia ao Partido da Mulher Brasileira e diz que as mulheres trazem alegria e prazer aos homens
Deixe seu comentário
Pode te interessar