Segunda-feira, 13 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fog

Porto Alegre Flores e mensagens poéticas já fazem parte da Rota de Pedestres

Compartilhe esta notícia:

Projeto visa a tornar o Centro Histórico da Capital mais agradável e acolhedor.

Foto: Gustavo Roth/EPTC PMPA
Projeto visa a tornar o Centro Histórico da Capital mais agradável e acolhedor. (Foto: Gustavo Roth/EPTC PMPA)

“A amizade é um amor que nunca morre”. A mensagem do poeta gaúcho Mario Quintana, em um vaso de flores, acoplado no suporte da placa de sinalização da Rota de Pedestres, na esquina da rua dos Andradas com Caldas Jr., deu início, na tarde desta terça-feira (26), à implantação do projeto de alunos do Curso de Turismo do IPA, apoiado pela prefeitura. A ideia é tornar o Centro Histórico da Capital mais agradável e acolhedor para as pessoas.

O evento contou com a presença do diretor-presidente da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), Fabio Berwanger Juliano; da técnica de área de Turismo da SMDE (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), Martha Lacerda Lemos; da professora Fernanda Costa da Silva, do IPA, além dos alunos de Turismo, Gabriela Pereira, Liliane Lopes, Laura Irigoyen, Luiz Gustavo Forato e Yessenia Amarillo.

Os vasos não vão gerar danos aos postes de sinalização turística e estarão disponíveis para serem levados pelos pedestres, no processo de humanizar e tornar mais cordiais as relações entre as pessoas. A iniciativa foi aprovada pela Diretoria de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e também pela direção da EPTC.

Locais onde estarão disponibilizados outros vasos colocados na sinalização turística da Rota dos Pedestres, além da Andradas esquina com Caldas Jr.: escadaria da Duque de Caxias, Praça da Alfândega, Praça da Matriz, Museu Júlio de Castilhos, Teatro São Pedro, Chalé da Praça XV, Mercado Público, Viaduto Otávio Rocha e Prefeitura Municipal.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Câmara dos Deputados e Senado fecham acordo, e a discussão sobre a prisão para condenados em segunda instância fica para o ano que vem
Tribunal Regional Federal em Porto Alegre suspende efeitos de súmula que determinava execução de pena após segunda instância
Deixe seu comentário
Pode te interessar