Sábado, 19 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Mostly Cloudy

Ciência Foguete chinês descontrolado não representa grandes riscos ao planeta Terra

Compartilhe esta notícia:

O Long March-5B decolou sem tripulação para lançar módulo de estação espacial chinesa. (Foto: Reprodução)

Em congruência com as projeções mais otimistas sobre a possível queda de um dos estágios do foguete Long March-5B na Terra, as autoridades chinesas afirmaram nesta sexta-feira (7) que quaisquer riscos ao planeta são improváveis.

De acordo com o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin, o estágio descontrolado do foguete — que se encontra preso ao campo gravitacional da Terra — deve ser destruído antes mesmo de adentrar a atmosfera do planeta, visto que suas partículas estão colidindo com os destroços e reduzindo seu tamanho.

“A China está altamente preocupada com a reentrada do foguete. Até onde sei, este tipo de espaçonave tem um design técnico especial. A maioria dos componentes será queimada e destruída durante o processo de reentrada, e a probabilidade de causar danos às atividades de aviação e ao solo é extremamente baixa”, declarou Wang.

As declarações de Wenbin foram dadas após o informe do Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, de que o Pentágono estaria buscando a localização precisa do estágio do foguete para que possa ser monitorado, mas não pretende destruí-lo.

Estima-se que os detritos do foguete retornem à Terra neste fim de semana, com possibilidade de reentrada a partir das 22h00 desta sexta-feira e, mesmo que ainda esteja em condições potencialmente perigosas, as chances de que o corpo caia no oceano são maiores que qualquer outro cenário.

Jim Cooper, membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos adotou um discurso mais agressivo. Para o executivo, que integra um grupo voltado às atividades espaciais, a China deve se responsabilizar em manter a população informada e proteger as atividades humanas em vista do incidente.

“O Partido Comunista Chinês demonstrou repetidamente um desrespeito flagrante pela segurança espacial, desta vez por não prever onde o corpo do foguete Long March-5B poderia pousar”, disse Jim.

O acúmulo de lixo espacial é, de fato, uma questão a ser levantada. Conforme as estimativas da Agência Espacial Europeia (ESA), mais de 9,3 mil toneladas de sucata se encontram em órbita no planeta, consistindo em mais de 28 mil objetos obsoletos que já causaram 560 explosões, colisões e outros eventos de potencial risco para os seres humanos.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Pela primeira vez, a SpaceX aterrissa com sucesso o protótipo criado para levar o homem a Marte
Cientistas afirmam ter visto fungos na superfície de Marte
Deixe seu comentário
Pode te interessar