Sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Você viu? Fortuna de Elon Musk “encolhe” 40 bilhões de dólares, com queda de ações da Tesla

Compartilhe esta notícia:

O empresário também é dono da SpaceX.

Foto: Reprodução
O novo dono do Twitter sugeriu cobrar outros sites por citação a posts de pessoas e organizações que tenham selo de verificação na plataforma. (Foto: Reprodução)

Com a queda de mais de 275 bilhões de dólares no valor de mercado da Tesla desde 4 de abril, quando o empresário Elon Musk iniciou sua ofensiva para comprar o Twitter, a fortuna do homem mais rico do mundo encolheu 40 bilhões de dólares.

Em 4 de abril, Musk comprou 9% da rede social, iniciando um movimento para avançar sobre o controle da empresa. Naquele dia, o empresário também revelou que havia ampliado sua fatia na Tesla para 17%.

Desde então, os papéis da fabricante de carros elétricos desabaram 23%. Só na terça-feira, a queda foi de 12%. A preocupação de investidores é que Musk venda parte de suas ações na companhia para viabilizar a compra do Twitter. Nesta quarta (27), as ações subiram 0,58%.

No acordo fechado com a rede social, o bilionário prevê usar 21 bilhões de dólares do próprio bolso. O restante virá de empréstimos, de forma a honrar a proposta de 44 bilhões de dólares.

Como o patrimônio de Musk é formado em grande parte por ações das suas empresas – o empresário também é dono da SpaceX – a perda US$ 40 bilhões significa uma redução na sua fortuna, mas não prejuízo real.

A intenção de Musk é fechar o capital do Twitter, ou seja, acabar com a negociação das ações na Bolsa.

Polêmica de Marte

Cheio de polêmicas. O bilionário recentemente afirmou que qualquer pessoa pode guardar 100 mil dólares para poder viajar para Marte. O homem mais rico do mundo ainda ressaltou que não gasta seus bilhões de dólares em consumo pessoal e, mesmo com sua fortuna, não tem casa própria.

“Se você falar o que é necessário para levar pessoas e carga suficientes para Marte para construir uma cidade autossustentável, tem que pensar no grupo de pessoas que quer ir. Uma pequena porcentagem irá querer, poderá se dar ao luxo ou conseguir patrocínio. Mas precisa ser um milhão de pessoas. Acho que os governos vão pagar por isso e as pessoas poderão fazer empréstimos”, disse durante entrevista para o chefe das conferências TED, Chris Anderson.

“Se os custos da mudança para Marte são, para fim de argumentação, 100 mil dólares, então acho que você sabe que qualquer um pode trabalhar e economizar e, eventualmente, ter o dinheiro e poder ir para Marte, se quiser. Queremos disponibilizar para quem quiser ir”, complementa.

Não é a primeira vez que Musk afirma que a passagem será viável. Em 2019, ele afirmou no Twitter sobre o preço da viagem. A expectativa é de que até 2050 cerca de mil naves estelares com 100 pessoas em cada uma (total de 1 milhão de viajantes) sejam enviadas para o “Planeta Vermelho”.

“Estou confiante de que a mudança para Marte (a passagem de volta é gratuita) um dia custará menos de 500 mil dólares e talvez até menos de 100 mil dólares. Baixo o suficiente para que a maioria das pessoas em economias avançadas possa vender sua casa na Terra e se mudar para Marte, se quiser.”

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Você viu?

O que a ciência diz sobre dirigir um carro sob efeito de álcool e de maconha
Facebook registra crescimento mais lento da década e reduz lucro em 21%
Deixe seu comentário
Pode te interessar