Domingo, 28 de novembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul “A segurança pública do RS continua firme e operante”, garante o governador após incêndio no prédio da Secretaria de Segurança de Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Após retornar de Brasília, Leite foi ao local do incêndio

Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini
Após retornar de Brasília, Leite foi ao local do incêndio. (Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini)

O governador Eduardo Leite (PSDB) concedeu, na manhã desta quinta-feira (15), uma entrevista coletiva sobre o incêndio que destruiu a sede da SSP-RS (Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul), em Porto Alegre. Ele ressaltou que, apesar do sinistro, “a segurança pública continua firme e operante”.

“Antes de qualquer coisa, quero deixar claro à população gaúcha que a segurança pública continua firme e operante, até porque a operação dos órgãos não se dá a partir diretamente deste prédio, mas nas tantas guarnições, delegacias e comandos da Brigada Militar e da Polícia Civil, e das vinculadas em seus diversos espaços. Além disso, boa parte dos processos são digitais, por isso a gente consegue manter esses serviços sem prejuízo à população”, declarou na entrevista.

“As características construtivas do prédio tornaram difícil o combate ao incêndio. Não há indícios de que tenha sido criminoso, mas investigações serão feitas pela Polícia Civil e pelo IGP, além de sindicância administrativa, para que sejam analisadas todas as possibilidades”, disse o governador.

“O prédio da Secretaria tinha PPCI e, inclusive, o governo investiu R$ 1 milhão na expansão desse plano para ampliar o sistema hidráulico e as instalações necessárias para proteger a vida das pessoas. O cronograma de expansão previa seis meses de execução e estava no segundo mês”, explicou Leite.

O governador estava em Brasília quando o incêndio começou, por volta das 22h de quarta-feira (15). Ele retornou a Porto Alegre na manhã desta quinta. Assim que desembarcou na Capital, o governador foi ao local, na rua Voluntários da Pátria, junto com vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e chefes das forças de segurança que compõe o gabinete de crise instalado para enfrentar o caso.

Depois, foi realizada uma reunião para traçar as estratégias que serão tomadas daqui para frente, como a alocação dos serviços que funcionavam no prédio da SSP-RS e a apuração das causas do incêndio.

Dois bombeiros que atuaram no combate ao fogo desapareceram. “É um dia muito triste para nós no governo do Estado, por causa dessa tragédia que envolve o prédio da SSP. Todo nosso foco está na busca dos dois servidores desaparecidos, que entraram no prédio justamente para garantir que todas as pessoas saíssem com segurança”, garantiu Leite.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Justiça Federal proíbe remoção ou despejo de duas cachorras da sede dos Correios em Porto Alegre
Em Brasília, prefeito de Porto Alegre pede solução definitiva ao reassentamento de famílias da Ilha do Pavão
Deixe seu comentário
Pode te interessar