Quinta-feira, 09 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Rio Grande do Sul Governador Eduardo Leite visita nova estrutura do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Governador (C) percorreu área ampliada do hospital ao lado da presidente do HCPA, Nadine Clausell, e do deputado Frederico Antunes

Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini
Governador (C) percorreu área ampliada do hospital ao lado da presidente do HCPA, Nadine Clausell, e do deputado Frederico Antunes. (Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini)

O governador Eduardo Leite visitou, na manhã desta sexta-feira (28), a ampliação da estrutura do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. A construção dos dois prédios contou com investimento de R$ 500 milhões, oriundos do MEC (Ministério da Educação), e aumenta em 70% a área já existente da instituição. Ambos os prédios devem entrar em funcionamento ainda neste ano.

“A relevância do Hospital de Clínicas para o RS é muito grande, principalmente no atendimento e na atenção à alta complexidade. Esse incremento será muito significativo no atendimento à população”, afirmou Leite.

A área ampliada terá nova emergência adulta e pediátrica, recepção e área de acolhimento para pacientes e familiares, blocos cirúrgicos e CTI (Centro de Tratamento Intensivo).

Além disso, contará com o Centro de Material e Esterilização, que será um dos mais modernos da América Latina, expansão da hemodiálise, hemodinâmica e endoscopia. Por tratar-se de um hospital universitário vinculado à Ufrgs (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), o Clínicas ampliará o espaço dedicado ao ensino e à pesquisa.

A liberação dos espaços depende da obtenção do Habite-se parcial e do PPCI (Plano de Prevenção Contra Incêndios). Além disso, a diretora-presidente do hospital, Nadine Clausell, afirma que ainda espera um investimento de cerca de R$ 100 milhões para a aquisição de equipamentos. Depois de um intervalo para pronunciamentos, as autoridades fizeram um tour pelos blocos B e C do hospital.

Diante da epidemia do coronavírus, o Clínicas espera estar em funcionamento o mais rápido possível – antes que as temperaturas comecem a baixar no Estado. Junto ao Complexo Hospitalar Conceição, o Clínicas será referência no tratamento de casos que possam surgir no Rio Grande do Sul. O boletim epidemiológico mais recente do Ministério da Saúde aponta 21 casos suspeitos da doença no Estado.

Leite explicou que o Estado está se preparando para dar uma resposta rápida e eficiente. “Não tínhamos a ilusão de que, neste mundo globalizado, o vírus não chegaria ao Brasil. Não é possível evitar, mas estamos trabalhando para estarmos prontos. O inverno é sempre preocupante devido às doenças respiratórias que acometem nossa população, e se torna especialmente desafiador com a chegada desse vírus”, ponderou.

Um centro de operações de emergência já foi instalado para lidar com a situação e, além disso, o Estado está em sinergia com o Ministério da Saúde e com os municípios gaúchos para que os casos sejam rapidamente identificados e tratados.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Rio Grande do Sul registra o menor número de mortes no trânsito dos últimos 13 anos
Caso Kiss: Ministério Público ingressa com recursos especiais contra novos desaforamentos e pede júri único em Santa Maria
Deixe seu comentário
Pode te interessar