Quarta-feira, 08 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Brasil Governo lança programa de treinamento à servidores para dar suporte a mulheres vítimas de violência



A ministra Damares Alves lança o projeto Salve Uma Mulher. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos lançou o projeto Salve Uma Mulher, nesta quinta-feira (03). A iniciativa consistirá em realizar um treino com servidores e empregados públicos para dar suporte às mulheres que são vítimas de violência.

Na primeira etapa de treinamento serão alcançados 340 mil servidores do Ministério da Saúde, 106 mil funcionários dos Correios, 30 mil conselheiros tutelares e 1.722 profissionais do quadro da Defensoria Pública da União. A ideia do governo é de que em dez meses cerca de 2 milhões de pessoas passem pela capacitação. A expectativa é que o treinamento abranja também profissionais de beleza, de academias esportivas e líderes religiosos.

De acordo com a ministra da pasta, Damares Alves, é preciso ensinar as pessoas sobre como funciona a rede de proteção, desde a percepção de quando alguém sofre violência, até orientações para as vítimas. A ministra afirmou também que os instrutores do projeto, ao repassar as informações, também levarão em conta as especificidades de cada local. “A rede é a mesma, mas tem lugar em que não tem delegacia [especializada no atendimento] da mulher. Tem lugar que não tem a Defensoria Pública. Então, o treinamento vai ser dado obedecendo a especificidade de cada cidade ou região”, disse.

De acordo com as pesquisas feitas sobre o assunto, em 28,5% dos homicídios de mulheres, as mortes foram dentro de casa, o que relacionam a possíveis casos de feminicídio e violência doméstica. Entre 2012 e 2017, a taxa de homicídios de mulheres fora da residência caiu 3,3%, enquanto a dos crimes cometidos dentro das residências aumentou 17,1%. Já entre 2007 e 2017, sobressai-se a taxa de homicídios de mulheres por arma de fogo dentro das residências, que teve alta de 29,8%. Em 2018, o índice de violência sexual foi o maior desde 2007.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

O lançamento do pacote anticrime mostra reaproximação entre Bolsonaro e Sérgio Moro
Presidente do Equador decreta estado de exceção em todo o país
Deixe seu comentário
Pode te interessar