Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Mundo Trump desiste de deportar estudantes estrangeiros após processos de universidades

Compartilhe esta notícia:

A determinação de Trump havia sido anunciada em 6 de julho.

Foto: Andrea Hanks/The White House
Atitude foi tomada pela China em retaliação a Trump. (Foto: Andrea Hanks/The White House)

O governo dos Estados Unidos decidiu nesta terça-feira (14) cancelar a suspensão de vistos para estudantes estrangeiros matriculados em universidades americanas que oferecem todos os seus estudos online, depois de uma ação judicial de 17 Estados, do Distrito de Columbia e de várias instituições de ensino superior. A medida era mais uma das promovidas pela gestão de Donald Trump contra a imigração.

Em uma audiência em Boston, no Estado de Massachusetts, onde a ação judicial apresentada pela Universidade de Harvard e pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) seria discutida, a juíza federal Allison Burroughs emitiu parecer favorável ao acordo entre o governo federal e instituições acadêmicas.

“As partes chegaram a uma solução. O governo concordou em anular a decisão”, informou a juíza.

A determinação havia sido anunciada em 6 de julho e valeria para estudantes com os vistos F-1 e M-1 a partir da retomada do ano letivo, geralmente em setembro. Caso esses estrangeiros não se adequassem à determinação, as autoridades imigratórias dos EUA poderiam aplicar sanções que incluiriam a deportação.

Há mais de 1 milhão de estudantes estrangeiros em universidades e faculdades dos Estados Unidos, muitos deles pagando mensalidades integrais e repercutindo fortemente na renda dessas instituições.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Estudo da Unicamp sugere que coronavírus pode infectar células adiposas
Hackers brasileiros expandem fraudes para os Estados Unidos, para os países europeus e até para a China
Deixe seu comentário
Pode te interessar