Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul Incêndio mata 11 pessoas em centro de tratamento para dependentes químicos em Carazinho

Compartilhe esta notícia:

A maioria das vítimas estava nos dormitórios

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Outras quatro pessoas sobreviveram e já foram ouvidas. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Onze pessoas morreram em um incêndio no Cetrat (Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos) em Carazinho, na Região Norte do Rio Grande do Sul. As chamas iniciaram no fim da noite de quinta-feira (23).

A comunidade terapêutica localiza-se na rua Cláudio Santos, 101, no bairro Vila Rica. Quinze internos e um monitor estavam no local quando o fogo começou, por volta das 23h. O Corpo de Bombeiros controlou as chamas na madrugada desta sexta-feira (24).

A Polícia Civil investiga as causas do incêndio. Conforme o delegado Jader Ribeiro Duarte, suspeita-se que o fogo tenha iniciado na fiação elétrica, mas, somente com o resultado da perícia e de outras provas que estão sendo colhidas, a polícia chegará a uma conclusão efetiva.

Entre as vítimas, dez morreram no centro de tratamento e uma no hospital – o monitor. A maioria dos mortos estava nos dormitórios, que são de madeira.

O Cetrat é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que trabalha na prevenção, tratamento e reinserção social de dependentes químicos do sexo masculino.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Proposta de pagamento do 14º salário a aposentados e pensionistas do INSS sofre alteração e deve ficar para o ano que vem
Bolsonaro diz que o aborto legal realizado em uma menina de 11 anos é “inadmissível”
Deixe seu comentário
Pode te interessar