Sexta-feira, 23 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Futebol No Beira-Rio, o Inter empata com o Ceará pelo Brasileirão

Compartilhe esta notícia:

1 a 1 no Beira-Rio neste domingo, em Porto Alegre.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional
1 a 1 no Beira-Rio neste domingo, em Porto Alegre. (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O Inter empatou com o Ceará em 1 a 1, na tarde deste domingo (20), no Estádio Beira-Rio, pela quinta rodada do Brasileirão. O gol colorado foi marcado de pênalti por Edenilson. O empate do time cearense veio em cobrança de falta do jogador Lima. Com o resultado, o Colorado é o décimo terceiro colocado com 5 pontos. O Inter volta a campo contra a Chapecoense, na quinta-feira (24), na Arena Condá, às 19h.

O jogo

Logo no primeiro minuto, o Ceará teve grande chance de abrir o placar. Mendoza recebeu pela esquerda, foi ao fundo e cruzou na área. Livre, Lima chegou, mas finalizou mal, desperdiçando a primeira oportunidade do Vozão. Na sequência, Messias fez lançamento para Lima, que venceu a marcação de Léo Borges. O meia cruzou para Saulo, mas o lance foi afastado pelo Internacional.

Não demorou para o primeiro gol da partida acontecer. Com menos de 10 minutos de partida, Vinicius Machado e Gabriel Dias tentaram cortar a chance de Yuri Alberto, mas acabaram derrubando o atacante colorado. O VAR checou o lance, assinalando um pênalti. Edenílson foi para a bola, deslocou o goleiro do Ceará e mandou para o fundo das redes.

Aos 13, foi a vez do Ceará anotar. Mendoza cobrou falta na altura da marca do pênalti. Messias conseguiu ganhar da marcação de Cuesta, desviando para o gol. No entanto, o árbitro anulou o gol por falta do zagueiro do Vozão. A partida seguiu bastante disputada, com as duas equipes indo em busca de mais um tento.

Aos 27, o árbitro pegou pênalti após toque de mão de Edenílson na bola. Assim, o VAR entrou em ação, e a arbitragem voltou atrás, anulando a marcação. Com isso, o Ceará voltou a pressionar e teve boas chances. Aos 32, Saulo finalizou para fora. Seis minutos depois, Gabriel Dias recebeu e venceu a marcação colorada. O jogador começou a disputar a bola na lateral, mas perdeu.

O empate veio após algumas oportunidades desperdiçadas por ambas as equipes. Assim, aos 45. Em uma boa cobrança de falta de Lima, o jogador bateu colocado, próximo da meia-esquerda. A bola ainda tocou no travessão e morreu no fundo das redes. Na sequência, Thiago Galhardo tentou colocar o Internacional na frente do placar, mas Gabriel Dias cortou.

A volta do intervalo foi marcada por chances desperdiçadas. No primeiro minuto, Mendoza recebeu de Saulo Mineiro, mas cabeceou para fora. Foram os visitantes quem dominaram o início da segunda etapa. A primeira aparição do Inter partiu de Yuri Alberto, que chutou perto do gol de Vinicius. Aos 7, Saulo Mineiro foi acionado por Mendoza. O jogador finalizou rasteiro, próximo à trave de Daniel.

Na sequência, a partida voltou a ficar truncada, com o Internacional um pouco mais ofensivo, procurando o gol da vitória. Contudo, as jogadas da equipe mandante acabavam sendo defendidas ou cortadas pela defesa do Vozão. Aos 43, Nonato mandou uma bomba, mas foi por cima do gol de Vinícius Machado. Como resposta, aos 45, o Ceará puxou um contra-ataque em velocidade.

Pela direita do ataque, Hélio recebeu passe longo e chegou ao fundo, cruzando para Mendoza finalizar com a canhota. Daniel salvou. Nos minutos finais, Caio Vidal teve chance de ampliar o marcador. Vinicius acabou saindo errado e deixou a bola nos pés de Nonato. O jogador tentou o lançamento para Edenilson, mas Charles cortou. No rebote, Caio Vidal tentou bater de primeira, mas o jogador errou o alvo. Por fim, Patrick mandou por cima do gol cearense.

Sem outros lances, a partida terminou no 1 a 1.

Ficha técnica

Internacional: Daniel; Heitor (Nonato), Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Léo Borges (Peglow,); Lucas Ramos (Mauricio) e Rodrigo Lindoso; Yuri Alberto (Vinicius Mello), Edenílson e Patrick; Thiago Galhardo (Caio Vidal). Técnico: Osmar Loss.

Ceará: Vinicius Machado; Gabriel Dias (Buiú), Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco (Kelvyn); Fernando Sobral e Marlon (Charles); Mendoza, Jorginho (Vina) e Lima (Hélio); Saulo Mineiro. Técnico: Guto Ferreira.

Cartões amarelos: Léo Borges, Lucas Ribeiro (Internacional); Vinicius Machado, Fernando Sobral, Marlon (Ceará)

Gols: Edenílson (Internacional); Lima (Ceará)

Arbitragem: Diego Pombo Lopez (BA) é o árbitro, assistido por Jucimar dos Santos Dias (BA) e Edevan de Oliveira Pereira (BA). O árbitro de vídeo é Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Futebol

Ex-atacante da Ponte Preta, Lucas Pereira morre aos 39 anos por complicações da covid-19
Seleção brasileira feminina bate o Canadá em jogo muito dramático e leva o bronze na Copa América de basquete
Deixe seu comentário
Pode te interessar