Domingo, 14 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Tecnologia iPhone que ficou submerso por 10 meses volta a funcionar; entenda o caso

Compartilhe esta notícia:

O modelo tem a certificação IP67 que, em tese, garante resistência a mergulhos de 1 m por apenas 30 minutos. (Foto: Reprodução)

Um dos maiores medos de quem gasta o suado dinheirinho com um celular é deixar o aparelho cair na água. Ás vezes, basta alguns respingos para danificar irreversivelmente o telefone. Esse não foi o caso de um iPhone XR que voltou a funcionar mesmo após passar meses debaixo do rio Wye.

Em agosto de 2021, Owain Davies praticava canoagem com um colega durante uma despedida de solteiro na pequena cidade de Cinderford, no condado de Gloucestershire, na Inglaterra.

Na ocasião, o rapaz caiu do barco e perdeu o iPhone nas águas da correnteza. Dez meses depois, o telefone foi encontrado por uma pessoa que passava pelas redondezas do local. Para a surpresa de Owain, o celular ainda funcionava.

“Eu estava numa canoa de duas pessoas, meu parceiro provavelmente não deveria ter se levantando na canoa e nós caímos. O telefone estava no meu bolso de trás e, assim que caí na água, eu pensei ‘bem, este telefone já era’, porque ele estava no fundo do rio”, contou Davies em entrevista à rádio BBC.

O modelo tem a certificação IP67 que, em tese, garante resistência a mergulhos de 1 m por apenas 30 minutos. Mas não era esperado que ele resistisse a tanto tempo submerso.

O homem que encontrou o aparelho chegou a duvidar que o telefone ainda funcionaria, mas decidiu secar o aparelho e testar. Após carregar o dispositivo, ligou e se deparou com o protetor de tela, que exibia a foto de um homem e uma mulher, com a data 13 de agosto; dia em que o aparelho caiu na água, em 2021. Em seguida, ele decidiu procurar pelo dono do iPhone.

Miguel Pacheco, o salvador do iPhone, postou as fotos do aparelho em um grupo local no Facebook e elas foram compartilhadas mais de 4.000 vezes pelos usuários da plataforma.

Apesar do dono do celular não utilizar mais a rede social, a foto acabou sendo reconhecida por amigos de Davies, que moram em Edimburgo, na Escócia. Com a informação em mãos, o celular perdido voltou para casa.

Proteção de água do iPhone XR

Lançado pela Apple em 2018, o iPhone XR chegou com a proposta de ser uma versão mais acessível dos modelos disponibilizados na mesma época. O celular é classificado com a proteção IP67 que, segundo a fabricante, possibilitaria ao aparelho ficar imerso em uma coluna de água doce de até 1 m por um período de até 30 minutos.

Vale ressaltar que a resistência a respingos, água e poeira não é uma condição permanente e pode diminuir sua eficácia com o tempo. Além disso, danos por líquido – em tese – não são cobertos pela garantia da Apple.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Telegram Premium: quem usa iPhone terá uma surpresa desagradável
Varíola dos macacos: três erros cometidos em epidemias do passado que podem ser evitados no surto atual
Deixe seu comentário
Pode te interessar