Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Rio Grande do Sul JBS Três Passos é obrigada a afastar todos os seus empregados após mais de 400 testarem positivo para coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Dos 989 trabalhadores da JBS Três Passos, 408 (41,25%) testaram positivo para a Covid-19.

Foto: Reprodução/NIAID
Dos 989 trabalhadores da JBS Três Passos, 408 (41,25%) testaram positivo para a Covid-19. (Foto: Reprodução/NIAID)

O TRT (Tribunal Regional do Trabalho) cassou uma decisão da Vara do Trabalho em agravo regimental interposto pelo MPT (Ministério Público do Trabalho). Pela decisão, todos os 989 trabalhadores da JBS Três Passos devem ficar afastados por 14 dias. Dos trabalhadores, 408 (41,25%) testaram positivo para a Covid-19.

“Portanto, em que pese a Exma. Desembargadora Vânia Cunha Mattos, quando do exame do pedido liminar do Ministério Público do Trabalho no presente mandado de segurança, tenha entendido pelo seu indeferimento, não vejo outra alternativa senão determinar o cumprimento do que já havia sido determinado quando da decisão final do mandado de segurança”, diz o desembargador federal do Trabalho Marcelo José Ferlin D’Ambroso na decisão.

“Nestes termos, reconsidero a decisão anterior e casso parcialmente as decisões do juízo da origem para determinar o imediato afastamento, sem prejuízo da remuneração, de todos os trabalhadores, empregados próprios ou terceirizados, “assintomáticos não contactantes” do estabelecimento, aos quais se refere o tópico 6 da decisão da ação subjacente, pelo período mínimo de 14 dias, com realização da testagem a partir do 10º dia do afastamento”, conclui.

JBS não comenta

Para casos anteriores a JBS divulgou nota informando que não comenta sobre processos judiciais em andamento e que tem como objetivo prioritário a saúde de seus colaboradores. Afirmou que desde o início dessa pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 em todas as suas plantas no Brasil, conforme as orientações dos órgãos de saúde e do Hospital Albert Einstein, além de especialistas médicos contratados pela Companhia para apoiar na implantação rigorosa de medidas para a proteção de seus colaboradores.

Entre as ações adotadas pela Companhia, estão: afastamento de pessoas que fazem parte do grupo de risco como maiores de 60 anos, gestantes e todos os que tiveram recomendação médica; ampliação da frota de transporte; desinfecção diária das unidades; medição de temperatura de todos antes do acesso às fábricas; vacinação contra gripe H1N1 para 100% dos colaboradores; ações de distanciamento social; forte comunicação de prevenção e cuidados, entre outras.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Liberados calendários dos novos pagamentos do auxílio emergencial
O prefeito de Porto Alegre pede apoio a hospitais por mais leitos e conscientização sobre o isolamento social
Deixe seu comentário
Pode te interessar