Sábado, 19 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Mostly Cloudy

| Marchezan anuncia R$ 5 bilhões em recursos próprios para a próxima década

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Jefferson Bernardes/ PMPA)
O prefeito Nelson Marchezan Júnior recebeu a imprensa, formadores de opinião e empresários para um almoço nesta segunda-feira (09), no Salão Nobre da Associação Comercial de Porto Alegre. Marchezan explicou as medidas de gestão adotadas para recuperar o caixa municipal e retomar os investimentos na cidade. “Garanto que estamos no caminho do que já há de melhor no mundo. A cidade não é do prefeito, de entidades, sindicatos ou de jornalistas. A cidade é de todos nós. A cidade é nossa”, disse Marchezan. O prefeito anunciou que as reformas feitas em Porto Alegre resultarão em R$ 5 bilhões para investimentos com recursos próprios na próxima década. Além disso, já estão garantidos R$ 936 milhões em financiamentos com instituições de crédito.
Quando assumiu a prefeitura, em 2017, a gestão se deparou com 56 obras paradas, déficit de serviços, R$ 254 milhões em dívidas com fornecedores e falta de crédito junto às instituições financeiras. O município sobrevivia utilizando receitas extraordinárias, como do DMAE, que hoje sofre com a falta de investimentos na zona sul da cidade e dinheiros de fundos, que deveriam ajudar a parcela da população que mais precisa de assistência. “Não quero olhar para o passado nem culpar este ou aquele governo. Mas precisamos saber onde estávamos, onde estamos e aonde podemos chegar. O futuro de Porto Alegre só depende das nossas escolhas”, explicou o prefeito.
Para reverter esse cenário, Marchezan focou em reformas importantes, como alteração no estatuto dos servidores, redução de despesas de custeio e ajustes fiscais. “Não buscamos culpados no governo estadual ou federal pela nossa crise. Assumimos a responsabilidade e fizemos a nossa parte para buscar o reequilíbrio financeiro. E conseguimos o que agora os governos federal e estadual estão tentando”, frisou.
As reformas estruturais, aprovadas com apoio da maioria dos vereadores, recuperaram a credibilidade do Município e, após 20 anos, o caixa da prefeitura fechará no azul. O impacto dos projetos aprovados será de R$ 5 bilhões para os próximos dez anos. Além dos recursos próprios, a prefeitura conseguiu recuperar o crédito junto às instituições financeiras e já tem autorizados financiamentos que somam R$ 936 milhões. Serão investidos R$ 200 milhões em requalificação das vias, R$ 345 milhões  para o saneamento e R$ 82 milhões para segurança, entre outros. Desde 2015 não eram liberados créditos ao município, porque a prefeitura era reprovada na análise de risco e considerada incapaz de pagar a conta.
O prefeito lembrou ainda a aprovação da Lei de Responsabilidade Fiscal, que dá mais transparência à gestão no que diz respeito ao gasto público e garante um instrumento de controle e de responsabilização. Entre os destaques, a lei veda aumento de pessoal antes do município destinar 10% da sua receita corrente líquida em investimentos, inclui as estatais dependentes no cálculo da despesa de pessoal (EPTC, etc.) e impede aumento da despesa de pessoal ou reposição salarial no último ano de mandato.
Marchezan terminou a reunião lembrando que todas as pessoas que vivem em Porto Alegre são responsáveis pela a cidade. “A calçada que um pisa, todos pisam. Não podemos pensar que o problema não é nosso. Se nos unirmos por uma cidade melhor, teremos um futuro bom pela frente”, concluiu.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de |

Infecções sexualmente transmissíveis estão em alta no Brasil; saiba quais são e como se proteger
Lei de Parkinson, a curiosa norma social que explica por que não temos tempo para nada
Deixe seu comentário
Pode te interessar