Terça-feira, 01 de Dezembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Mostly Cloudy

Brasil Menina de 6 anos tem parte do nariz arrancado por tiro de fuzil na fronteira do Paraguai com Brasil

Compartilhe esta notícia:

Brenda estava na frente de casa quando foi atingida.

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Brenda estava na frente de casa quando foi atingida. (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Uma menina de 6 anos teve parte do nariz arrancado após ser atingida por três tiros de fuzil enquanto brincava na frente da própria casa, na tarde de sexta-feira (20), em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha a Ponta Porã (MS).

Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, Brenda Micaela Arguello González foi ferida no momento em que um homem teria sido alvo de um atentado. No ataque, ele foi alvejado e morto com vários tiros de fuzil e de pistola. Uma mulher de 36 anos também foi atingida por um tiro de raspão e foi socorrida.

Segundo testemunhas, a menina – que é brasileira – estava brincando com os primos na frente de casa quando foi atingida pelos disparos. Brenda estava a cerca de 100 metros do atentado e os tiros acertaram uma das mãos, a região da coluna e o outro arrancou um pedaço do nariz.

Informações da ocorrência policial, no dia do atentado, apontam que a garota foi socorrida e encaminhada para um hospital de Ponta Porã, mas precisou ser transferida para Dourados por conta da gravidade.

A criança foi internada no Hospital da Vida, em Dourados e, aguardava uma vaga no HU (Hospital Universitário), na mesma cidade, onde passaria por novos procedimentos cirúrgicos. De acordo com informações da equipe médica, ela se recuperava bem e não corria risco de morte, mas inspirava cuidados, pois ficou com um projétil alojado na região do pescoço.

O HU confirmou que recebeu a solicitação de internação para a garota, porém ressaltou que Brenda estava sendo avaliada por médicos do Hospital da Vida.

Atentado

Ainda segundo a Polícia Nacional do Paraguai, o atentado foi em uma área residencial de Pedro Juan Caballero. O alvo era homem de nacionalidade paraguaia, de 22 anos. Ele morto dentro de uma caminhonete após ser atingido por vários tiros de fuzil e de pistola na tarde de sexta-feira.

Conforme a ocorrência, o carro da vítima era blindado, mas não foi suficiente para protegê-lo. Ele ainda era foragido da Justiça paraguaia e respondia pelo crime de furto qualificado, além de utilizar documentos falsos.

A polícia suspeita que três atiradores participaram do atentando. No local do crime, foram encontrados cartuchos de pistola 9 milímetros e de três fuzis.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Câmera de segurança mostra o início da confusão antes da morte de João Alberto em uma unidade do supermercado Carrefour em Porto Alegre
CEO do Carrefour no Brasil pede desculpas em comunicado
Deixe seu comentário
Pode te interessar