Sábado, 11 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Thunder

Brasil Ministério da Defesa investiga pagamento indevido do auxílio emergencial a militares

Compartilhe esta notícia:

O número de militares envolvidos no caso não foi divulgado.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Militares de baixa patente que votaram em massa em Bolsonaro em 2018 estão divididos em relação à perspectiva de voltar a apoiá-lo nas próximas eleições. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Ministério da Defesa identificou que militares vinculados à pasta receberam o benefício de R$ 600 durante a pandemia do novo coronavírus. O ministério informou que iniciou uma investigação para apurar possíveis irregularidades no processo. O número de envolvidos no caso não foi divulgado.

“O Ministério da Defesa informa que foi identificada, com o apoio do Ministério da Cidadania, a possibilidade de recebimento indevido de valores referentes ao auxílio emergencial concedido pelo governo federal no período de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, por integrantes da folha de pagamentos deste Ministério”, diz outro trecho.

Ainda segundo o ministério a referida folha de pagamentos é composta por militares da ativa, da reserva, reformados, pensionistas e anistiados.

“Já estão sendo adotadas todas as medidas necessárias à rigorosa apuração do ocorrido, visando identificar se houve valores recebidos indevidamente, de modo a permitir a restituição ao erário e as demais considerações de ordem administrativo-disciplinar, como necessário”, também diz a nota.

Para receber o benefício, o trabalhador precisa ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) e ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família. O beneficiário também não pode ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Brasil tem mais de 168 mil casos confirmados e 11,5 mil mortes
Supremo envia à Polícia Federal cópia de reunião citada por Moro em depoimento
Deixe seu comentário
Pode te interessar