Sábado, 28 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil Ministério da Justiça regulamenta visto temporário de nômades digitais

Compartilhe esta notícia:

O nômade digital é um indivíduo que aproveita a tecnologia para realizar as tarefas de sua profissão de maneira remota e ao não depender de uma base fixa para trabalhar.

Foto: Divulgação
(Foto: Divulgação)

O Ministério da Justiça e Segurança Pública publicou, nesta segunda-feira (24), a regulamentação de vistos para nômades digitais no Diário Oficial da União. Segundo o CNI (Conselho Nacional de Imigração), pessoas que ingressem de maneira legal sob a nomeação de nômades digitais devem informar contrato de trabalho estabelecido com empresas ou entidade estrangeiras, maneiras que possibilitem sua atuação profissional ou dinheiro reserva para ingressar no Brasil.

O nômade digital é um indivíduo que aproveita a tecnologia para realizar as tarefas de sua profissão de maneira remota e ao não depender de uma base fixa para trabalhar, conduz seu estilo de vida de uma maneira itinerante.

O estrangeiro deve requerer o pedido em qualquer consulado brasileiro no exterior, apresentar os documentos necessários ao processo, seguro de saúde válido no Brasil e os comprovantes profissionais de nomadismo digital. Para imigrantes já inseridos no território nacional e que desejam a qualificação como nômade digital devem acessar o portal Sistema MigranteWeb e solicitar o pedido de autorização de residência.

“A remuneração dos nômades digitais é de origem externa, e os recursos trazidos por esses imigrantes movimentam a economia nacional. Esse é um passo importante para que o Brasil promova um dos modelos mais modernos de trabalho”, explicou o secretário nacional de Justiça e presidente do CNI, José Vicente Santini, explica a necessidade de atualizar as categorias profissionais migratórias do País.

Os nômades digitais devem comprovar a capacidade trabalhar em território brasileiro, atestar o vinculo empregatício, ter renda mensal igual ou superior a R$ 8.200 (US$ 1.500) ou reserva de segurança de R$ 99 mil (US$ 18 mil). O visto temporário tem validada de um ano prorrogável por mais um.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Mercado eleva projeção de inflação para este ano no Brasil
Em plena crise hídrica, empresas do setor elétricos lucraram mais de 40 bilhões de reais no ano passado
Deixe seu comentário
Pode te interessar