Sexta-feira, 03 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Mostly Cloudy

Inter Ministério Público e Brigada Militar realizam operação contra torcedores do Inter envolvidos em briga no Beira-Rio

A ação foi deflagrada na Capital e em municípios da Região Metropolitana

Foto: MP/Divulgação
(Foto: MP/Divulgação)

O MP (Ministério Público) e a BM (Brigada Militar) cumpriram, na manhã desta sexta-feira (17), 16 mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão contra integrantes de torcidas organizadas do Inter que entraram em confronto após a partida contra o Atlético-MG em 8 de dezembro, no Estádio Beira-Rio. O jogo era válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2019.

A operação foi deflagrada na Capital e em municípios da Região Metropolitana. Os pedidos de prisão, atendidos pelo Juizado do Torcedor de Porto Alegre, foram embasados a partir dos elementos investigativos de envolvimento dos torcedores em crimes de lesões corporais, tumulto, dano e associação criminosa.

O confronto ocorreu nas dependências do Estádio Beira-Rio, nas proximidades da avenida Padre Cacique, após a vitória do Colorado por 2 a 1. Cinco pessoas ficaram feridas.

“Os fatos apontam a intenção de demonstração de maior predominância de uma parcela da torcida organizada sobre as outras, inclusive como foi verificado em postagens em redes sociais que foram encaminhadas ao Ministério Público”, informou o promotor de Justiça Rodrigo da Silva Brandalise.

Segundo ele, inúmeras pessoas alheias ao fato viram-se expostas aos riscos de serem atingidas e houve, inclusive, atos de violência contra integrante da imprensa que cobriam o tumulto.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

Mega-Sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado
TRF-4 alerta sobre e-mails falsos enviados em nome do tribunal
Deixe seu comentário
Pode te interessar