Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Fair

Brasil Após polêmica sobre pesquisa, ministro da Ciência e Tecnologia pede dados da Amazônia ao Inpe

Compartilhe esta notícia:

Pontes disse que fez o teste na terça-feira (28), após sentir sintomas de gripe. Agora, ele disse que irá passar a trabalhar remotamente. (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, solicitou ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) um relatório técnico contendo os resultados dos últimos dois anos sobre o desmatamento da Amazônia. A informação foi divulgada em uma rede social, nesta segunda-feira (22).

A medida se deu após o presidente Jair Bolsonaro questionar, na última sexta-feira (19), os dados divulgados pelo Inpe sobre o aumento do desmatamento na Amazônia. O presidente chegou a insinuar que o Inpe estaria a serviço de alguma ONG.

Na nota divulgada, Marcos Pontes também criticou a maneira como as declarações do diretor do Inpe, Ricardo Magnus Osório Galvão, foram dadas à imprensa. O diretor negou as afirmações de Bolsonaro e afirmou que não se demitiria. Marcos Pontes afirmou que Galvão seria chamado para esclarecimentos e orientações.

Os dados disponibilizados mensalmente no site da Inpe sobre o desmatamento são baseados em imagens de satélite. De acordo com as informações do Instituto no começo deste mês, o desmatamento da Amazônia Legal brasileira atingiu 920,4 km² em junho, um aumento de 88% em comparação com junho de 2018.

Nota:

 

Esclarecimentos

O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, falou com a imprensa, nesta segunda (22), e afirmou que Bolsonaro  não pretende impedir a divulgação de dados sobre desmatamento florestal pelo Inpe, querendo somente identificar previamente as ações para lidar com eventuais problemas. “O Planalto sempre trabalha pelo princípio da transparência. A intenção do senhor presidente é identificar, desde pronto, o relatório, quais são as demandas e quais são as ações prospectivas para corrigir, se for o caso, ou para potencializar eventuais dados que ali ocorram no relatório”, disse Barros.

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Servidores interessados em trabalhar no Enem devem se inscrever até hoje
Campanha Driblando o Frio no Grenal arrecada mil peças e agasalhos são entregues para Prefeitura de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar