Sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Geral Na Colômbia, queda de arquibancadas causa mortes e deixa centenas de pessoas feridas

Compartilhe esta notícia:

A Procuradoria da Colômbia irá investigar a resposta oficial ao desabamento parcial de uma arquibancada em um evento de corrida de touros. (Foto: Reprodução)

A Procuradoria da Colômbia irá investigar a resposta oficial ao desabamento parcial de uma arquibancada em um evento de corrida de touros no domingo (26), que matou pelo menos quatro pessoas e feriu centenas.

Um setor da arquibancada de madeira de três andares caiu para frente, dentro da arena, onde populares participavam de um evento de corrida de touros promovido durante as festas de São Pedro e São João, segundo mostram vídeos.

“Eu pulei do segundo andar e foi assim que quebrei meu pé e o pulso da minha mão direita”, disse Ulices Castro. “Foi muito tenso, como um jogo de dominós, que foi se desdobrando até toda a estrutura ir ao chão.”

Os feridos estão questionando quem projetou e autorizou a estrutura de madeira, e se as tábuas utilizadas na construção conseguiam suportar o peso dos espectadores.

A procuradoria, encarregada de investigar a má conduta de autoridades públicas, anunciou, pelo Twitter na noite de domingo, que irá investigar o prefeito de El Espinal, Juan Carlos Tamayo.

“O prefeito não respondeu sobre pedidos de planos de ação conduzidos para atender as vítimas do desastre”, afirmou a procuradoria, sem oferecer detalhes adicionais. A prefeitura não respondeu imediatamente a pedidos por comentários.

Quatro pessoas morreram no desabamento, e a autoridade de Defesa Civil Luis Fernando Vélez disse a uma rádio nesta segunda-feira que 280 feridos foram atendidos.

Imagens divulgadas em redes sociais mostram o momento em que a arquibancada lotada pelo público desaba durante uma “corraleja”, festa local muito popular, na qual o público desce à arena para “enfrentar” os bois, tentando escapar deles.

No dia anterior, várias pessoas já haviam ficado feridas em acidentes com os animais durante o evento em El Espinal, cidade de cerca de 78 mil habitantes, localizada a 150 km da capital, Bogotá.

Na redes sociais, o presidente eleito da Colômbia Gustavo Petro lamentou o acidente.

“Espero que todas as pessoas afetadas pelo desabamento consigam se recuperar. Isso já havia acontecido antes em Sincelejo. Peço aos prefeitos que não autorizem mais shows com a morte de pessoas ou animais”, escreveu o presidente eleito.

O presidente colombiano, Iván Duque, enviou uma mensagem às vítimas e anunciou uma investigação.”Lamentamos a terrível tragédia registrada em El Espinal, durante as festividades de São Pedro e São João, devido ao desabamento em uma corraleja. Solicitaremos uma investigação dos fatos; pronta recuperação dos feridos e solidariedade aos famílias das vítimas”, disse em suas redes sociais. As informações são da agência de notícias Reuters, da BBC News, do jornal O Globo e do portal de notícias G1.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Decisão sobre aborto pela Suprema Corte dos Estados Unido desencadeia batalhas judiciais nos Estados
Rússia promete parar ofensiva após rendição da Ucrânia
Deixe seu comentário
Pode te interessar