Segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Ciência Nasa inicia preparativos para primeira missão aos asteroides troianos de Júpiter

Compartilhe esta notícia:

Chegada da espaçonave do projeto Lucy ao Centro Espacial Kennedy, na Flórida. (Foto: Kim Shiflett/Nasa)

A Nasa (agência espacial norte-americana) iniciou os preparativos para o lançamento da primeira missão do projeto Lucy, de exploração dos asteroides troianos de Júpiter. A espaçonave, que será lançada em outubro, chegou até o Centro Espacial Kennedy (KSC), no estado americano da Flórida, no fim de julho. Agora, o veículo está na Astrotech cleanroom, onde será preparada para seu lançamento.

A data prevista para o lançamento da missão aos asteroides troianos de Júpiter é 16 de outubro, e estima-se que o período de lançamento da missão seja de 23 dias. Até essa data, a espaçonave passará por testes finais e abastecimento, até ser finalmente transferida para uma plataforma de lançamento no KSC.

O lançamento da missão já deveria ter ocorrido, mas foram necessárias alterações no cronograma em razão da pandemia da Covid-19. De acordo com a gerente do projeto Lucy, Donya Douglas-Bradshaw, ver onde o projeto se encontra neste momento em comparação com o que aconteceu um ano atrás é motivo de orgulho para toda a equipe de pesquisa.

Missão inédita

O projeto Lucy é a primeira missão espacial a explorar uma população diversificada de pequenos corpos rochosos conhecidos como asteroides troianos de Júpiter. Esses asteroides são resquícios do início do nosso sistema solar que ficaram presos na órbita de Júpiter, o maior planeta do nosso sistema solar.

A missão Lucy deve durar 12 anos e explorar um número recorde de asteroides, para isso espera-se que ela voe por um asteroide do cinturão principal e sete asteroides troianos. Para chegar ao KSC, a espaçonave foi transportada da Base da Força Espacial Buckley, localizada em Aurora, no Colorado, a bordo de um avião de carga C-17, da Força Aérea dos Estados Unidos.

O projeto foi desenhado e construído pela Lockheed Martin Space, nas instalações da empresa em Littleton, também no Colorado. Após a transferência para a Astrotech cleanroom, foi confirmado que a nave chegou em boas condições. Agora, além de abastecimento, a nave passará por testes de software, testes de instrumentos e motores, testes de carga de propulsão, entre outros.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Aprovado novo medicamento oral para câncer de pulmão avançado
Após rumores de briga, Larissa Manoela se declara para mãe: “Minha cara-metade”
Deixe seu comentário
Pode te interessar