Segunda-feira, 01 de Junho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Brasil No desfile do Sete de Setembro em Brasília, a primeira-dama e a deputada Joice Hasselmann usaram vestidos bem parecidos e se divertiram

Compartilhe esta notícia:

Michelle Bolsonaro (E), Luciano Hang e a deputada Joice Hasselmann se divertiram com a coincidência dos vestidos. (Foto: Reprodução/Twitter)

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), levou no bom humor ter escolhido um vestido muito parecido com a da primeira-dama Michelle Bolsonaro para o desfile de Sete de Setembro em Brasília. Em uma mensagem nas redes sociais, Joice postou uma foto das duas ao lado do empresário Luciano Hang e disse que ambas se divertiram com a situação.

“Quem disse que mulher fica chateada quando chega num evento e tem alguém com a mesma roupa? Eu e Michele Bolsonaro chegamos assim no desfile de 7 de setembro. Resultado… caímos na risada e ainda brincamos: será que foi liquidação? Aqui com nosso amigo”, escreveu.

Look

O look da primeira-dama foi analisado por especialistas, como a estilista Marie Lafayette, que criou o vestido usado por Michelle no dia da posse do marido. “É um modelo clássico, que homenageia o Brasil, gosto do corte tradicional”.

Segundo a especialista em moda e comportamento Paula Acioli, o recurso de se vestir com cores ou elementos que remetam direta ou indiretamente à bandeira de um determinado país chama-se, na moda, flagdress:

“É amplamente utilizado por primeiras-damas ou personalidades políticas, sobretudo em solenidades. A escolha do amarelo por Michelle Bolsonaro tem a ver com as mensagens que o casal busca sugerir em suas aparições públicas.”

Na cerimônia da posse, Michelle Bolsonaro usou um vestido de zibeline de seda inspirado na década de 1950 . A estilista Marie Lafayette, que assinou o modelo da primeira-dama, optou pela a gola dupla e o tom rosé.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Alunos de quatro colégios gaúchos se classificam para etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, chora ao falar do cargo e deseja êxito no trabalho do seu sucessor ao participar de evento
Deixe seu comentário
Pode te interessar