Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Fair

Ciência Noites de julho terão eclipse lunar e chuva de meteoros

Compartilhe esta notícia:

Lua durante o eclipse lunar de 20/1/2019. Foto tirada em Southern Oklahoma, EUA. (Foto: Reprodução)

Julho é mês de férias escolares, e na maior parte do país o tempo costuma ser favorável às observações astronômicas, com noites limpas e estreladas. Não faltam motivos para olhar para o céu. O nosso inverno é a melhor época para apreciar o esplendor da Via Láctea, a galáxia onde vivemos. Em localidades afastadas das luzes urbanas, pode-se ver seu brilho tênue atravessando o firmamento de horizonte a horizonte, dominado pelas constelações brilhantes de Escorpião e Sagitário. E para tornar o mês ainda mais especial, teremos eclipse lunar, chuva de meteoros, e as melhores oportunidades para observar Júpiter e Saturno. Um prato cheio para os entusiastas da Astronomia.

Calendário celeste 

Dia 5: Lua na Penumbra

Pelo segundo mês consecutivo, temos um eclipse lunar penumbral, com a Lua atravessando a região menos escura da sombra que a Terra projeta no espaço. Desta vez, os brasileiros poderão acompanhar o fenômeno na íntegra, mas não espere nada espetacular. Será perceptível apenas uma pequena diminuição no brilho do nosso satélite. É das 00h07min às 02h52min, com máximo às 01h29min da madrugada.

Dia 14: A Noite de Júpiter

O maior planeta do Sistema Solar atinge sua oposição, termo astronômico que significa que o planeta fica oposto ao Sol na esfera celeste. É a melhor posição para observação, com o planeta mais alto no céu e também visível durante mais tempo. Júpiter pode ser visto na direção da constelação de Sagitário, brilhando mais que qualquer estrela.

Dia 20: O Senhor dos Anéis

Ao lado de Júpiter está Saturno, que também atinge a oposição este mês. Um pequeno telescópio irá mostrar seus delicados anéis e algumas de suas maiores luas, como Titã. Uma visão inesquecível.

Dia 28: Meteoros em Aquário

Fechando o mês está a chuva de meteoros Delta Aquarídeos do Sul, causada por detritos deixados pelo cometa 96P/Machholz. Os meteoros parecem se originar na constelação de Aquário, mas podem ser vistos por todo o céu. É um fenômeno que é melhor apreciado em locais de céu bem escuro. Olhe para o leste a partir das 21h. O melhor horário é a partir da 1h.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Governo gaúcho divulga nesta quarta os resultados da quinta rodada de testes rápidos da pesquisa com a Universidade Federal de Pelotas
Hospital São Lucas da PUCRS está entre os centros que farão testes da vacina contra o coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar