Sábado, 08 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy / Wind

Economia Novo prazo para recurso de auxílio emergencial negado é até o dia 22

Compartilhe esta notícia:

O pagamento médio dessa rodada do auxílio emergencial é de R$ 250, mas os valores oscilam de R$ 175 a R$ 350. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Ministério da Cidadania informou que trabalhadores informais e desempregados que tiveram o auxílio emergencial negado a partir do dia 10 de abril já podem apresentar a contestação sobre a negativa. O prazo termina no dia 22 de abril.

A pasta não informou a quantidade de pessoas que tiveram o pagamento do benefício recusado neste grupo. Para quem teve o cadastro ao auxílio emergencial 2021 negado no dia 2 de abril, o prazo para contestar a decisão terminou na segunda-feira (12).

O calendário de repasses da primeira parcela será finalizado no dia 30 deste mês. O modelo de escalonamento das transferências, adotado no ano passado, segue com o objetivo de evitar filas e aglomerações nas agências da Caixa e nas lotéricas. O cronograma para saques tem início em 4 de maio para nascidos em janeiro e vai até 4 de junho para quem faz aniversário em dezembro. A estimativa é de que o Auxílio Emergencial chegue a cerca de 40 milhões de famílias.

Os aniversariantes de maio do grupo de trabalhadores que se inscreveram por meios digitais e os que integram o Cadastro Único do governo federal, elegíveis a receber o Auxílio Emergencial 2021, terão a primeira parcela depositada nas contas sociais da Caixa nesta quinta-feira (15). São 2,49 milhões de beneficiados em um repasse que soma R$ 516,62 milhões. Com mais essa remessa de transferências, o pagamento já chega a 11,88 milhões de famílias em um repasse total de R$ 2,46 bilhões.

Também nesta quinta-feira, as mais de 236 mil famílias que passaram a fazer parte do público com direito ao benefício desde a finalização do reprocessamento de um novo lote de dados no dia 9 de abril também receberão a primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021. Serão contemplados os nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril e maio. Os demais entram no calendário normal de repasses já divulgado pelo Ministério da Cidadania (veja abaixo).

“O Ministério da Cidadania e seus parceiros na operação de pagamento do Auxílio Emergencial 2021 têm aprimorado constantemente as ferramentas para contemplar quem tem direito ao benefício. O nosso objetivo é ter o máximo de cuidado com a aplicação dos R$ 44 bilhões disponibilizados pelo Congresso para o programa e, ao mesmo tempo, sermos ágeis e eficientes para que o dinheiro chegue a quem necessita. Posso dizer que estamos tendo sucesso neste processo, que demanda muito empenho de todos”, destacou João Roma, ministro da Cidadania.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Voos entre Brasil e França estão suspensos até 19 de abril por conta do coronavírus
Entenda como a suspensão da produção nos frigoríficos pode impactar o preço da carne bovina
Deixe seu comentário
Pode te interessar