Sábado, 06 de Março de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Mostly Cloudy

Brasil O Brasil chegou a 209.847 mortes por coronavírus e 8.488.809 pessoas contaminadas

Compartilhe esta notícia:

O domingo registrou 33.040 novos diagnósticos.

Foto: SESI/Vinicius Magalhães
O domingo registrou 33.040 novos diagnósticos. (Foto: SESI/Vinicius Magalhães)

As mortes por coronavírus ao longo da pandemia no Brasil aproximam-se da marca de 210 mil. Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 551 novos óbitos, totalizando 209.847 vítimas da doença. No sábado (16), o painel de informações marcava 209.296 mortes acumuladas.

Ainda de acordo com a atualização do Ministério da Saúde, os casos de coronavírus totalizam 8.488.809. Também no período de 24 horas, foram registrados 33.040 novos diagnósticos. Sábado, o painel de estatísticas marcava 8.455.059 casos acumulados.

O balanço apontou também 866.598 pacientes em acompanhamento, enquanto outros 7.411.654 já se recuperaram da doença.

Nos Estados

Os Estados com mais mortes são São Paulo (49.945), Rio de Janeiro (27.791), Minas Gerais (13.465), Ceará (10.223) e Pernambuco (10.020).

As unidades da federação com menos óbitos são Roraima (811), Acre (836), Amapá (996), Tocantins (1.313) e Rondônia (2.005).

No Rio Grande do Sul foram, a Secretaria de Saúde registrou 1.871 novos casos de coronavírus neste domingo. A pasta ainda confirmou a morte de mais 45 pessoas em decorrência da doença. O total de casos confirmados é de 506.885 e o de óbitos, 9.921. Os recuperados são 479.262 (95% dos casos). 

Entre os óbitos divulgados, cinco ocorreram em dezembro e agora tiveram as notificações completadas. Os demais 40 são de datas entre os dias 1 e 16 de janeiro.

Pacientes de Manaus

O Hospital Universitário de Brasília (HUB) recebeu domingo (17) de madrugada, 15 pacientes com coronavírus transferidos de Manaus. Eles chegaram em avião da Força Aérea Brasileira (FAB) por volta das 3h e foram transportados da Base Aérea da capital federal para o HUB, com o apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, foram usadas cinco ambulâncias, quatro com suporte básico e uma com suporte avançado. A corporação informou que todos os pacientes estão conscientes e têm o quadro estável.

Ao chegarem ao HUB, os pacientes foram transferidos para a Unidade de Pronto-Socorro, que tem leitos exclusivos para pacientes com coronavírus, com suporte de oxigênio. Caso algum paciente tenha de ir para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), poderá ser transferido para a rede pública do Distrito Federal.

Esse foi o segundo grupo de pacientes enviados de Manaus para a capital federal. Na quinta-feira (14), seis foram transferidos para Brasília. Cinco estão no hospital particular Santa Lúcia, com o tratamento custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), e um militar da Força Aérea que estava no Hospital da Aeronáutica de Manaus está internado no Hospital das Forças Armadas (HFA).

Por causa do colapso do sistema de saúde na capital amazonense, pacientes com coronavírus estão sendo transferidos para outros Estados. Além do Distrito Federal, os hospitais universitários da Universidade Federal do Piauí e da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA) receberam pacientes do Amazonas.

Administrada pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, a rede de hospitais universitários federais ofereceu 205 leitos, em diversos Estados, para receber os pacientes do Amazonas. As transferências continuarão a ser feitas nos próximos dias.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Em sexta vitória seguida no Brasileirão, o Inter ganha do Fortaleza por 4 a 2 e encosta no líder
O ministro da Saúde diz que na quarta-feira inicia a vacinação no País
Deixe seu comentário
Pode te interessar