Sexta-feira, 29 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Fair

Notícias O Hospital de Farroupilha será referência em traumato-ortopedia para 34 municípios gaúchos

Compartilhe esta notícia:

Medida deve contemplar aproximadamente 500 mil pessoas na Serra Gaúcha. (Foto: Divulgação/Hospital São Carlos)

Em discurso para um grupo de 30 prefeitos de municípios da Serra Gaúcha, a titular da SES (Secretaria Estadual da Saúde), Arita Bergmann, anunciou o desfecho de um problema que se arrastava há anos na região: a falta de atendimento em traumatologia e ortopedia.

A medida envolve a habilitação do Hospital São Carlos, de Farroupilha, como unidade de assistência de alta complexidade nessas duas especialidades médicas. Assim que formalizada junto ao Ministério da Saúde, a instituição ganhará o status de referência na área para 34 municípios da região, contemplando assim cerca de 500 mil habitantes.

A novidade é resultado de uma negociação promovida pela Amesne (Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste) e governo do Estado, por intermédio da SES. O anúncio foi feito durante cerimônia na sede da prefeitura de Bento Gonçalves, durante reunião da entidade, presidida pelo prefeito Guilherme Pasin, anfitrião do encontro que contou com a presença dos prefeitos das regiões dos Vinhedos e Basalto, Uvas e Vales.

“Vamos dar acesso a pacientes com necessidade de atendimento na área da alta complexidade em traumatologia e ortopedia na própria região. Isso tem um significado e uma importância muito grandes”, ressaltou a secretária. “Estamos criando a possibilidade de fortalecer a regionalização da saúde e mostrando que, com a união de esforços entre União, Estado e municípios, é possível viabilizar um serviço de extrema importância para o cidadão.”

Ampliação

Com a habilitação de oito leitos, o hospital São Carlos poderá fazer cerca de 16,5 mil procedimentos por ano. O financiamento será tripartite. Está previsto um remanejo da ordem de R$ 1,6 milhão anuais do financiamento MAC (Média e Alta Complexidade) de Caxias do Sul para Farroupilha, a fim de viabilizar os procedimentos cirúrgicos e das consultas de traumato-ortopedia.

“A partir de agora, temos condições de atender nossa população nos serviços de urgência e emergência nas áreas de traumato e ortopedia. Nesse trabalho com a secretária Arita e com o governo do Estado, conseguimos resolver algo que eu, como prefeito, não conseguia há seis anos”, elogiou Pasin. “Teremos emergência de portas abertas para traumatologia. É o possível no momento e, dando esse passo, ficaremos mais próximos do ideal”, finalizou.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

A reforma tributária proposta pela Câmara dos Deputados terá uma tramitação difícil
Governador de São Paulo se movimenta para substituir Bolsonaro em 2022
Deixe seu comentário
Pode te interessar